No foco

Após eliminação, Murray rebate jornalista e coloca sexismo no tênis em debate mais uma vez

Escocês já havia defendido premiações igualitárias entre homens e mulheres no esporte

Por: ZH Esportes
13/07/2017 - 18h25min | Atualizada em 13/07/2017 - 18h50min
Após eliminação, Murray rebate jornalista e coloca sexismo no tênis em debate mais uma vez Adrian DENNIS/AFP
Foto: Adrian DENNIS / AFP  

O tenista britânico Andy Murray foi eliminado do torneio de Wimbledon. Mas seguiu no centro dos holofotes. Isso porque o número 1 do mundo corrigiu a pergunta de um jornalista e mostrou por que é um dos ícones no combate ao sexismo no tênis mundial.

Durante sua entrevista coletiva na quarta-feira, o repórter disse que Sam Querrey, o tenista que o eliminou do torneio inglês, era o primeiro americano a atingir a semifinal do torneio desde 2009. E Murray rebateu:

— (Primeiro) jogador masculino — repetiu, de forma séria, duas vezes.

Leia mais:
Demoliner avança às semifinais das duplas mistas em Wimbledon
Melo vai à final em Wimbledon após batalha e voltará ao número 1 do mundo


Enquanto os americanos não avançavam na competição, as tenistas davam show. Serena Williams, afastada por conta da gravidez, venceu cinco títulos nos últimos dez anos. Um dia antes de Murray ser eliminado, Venus, a irmã de Serena, havia atingido a semifinal de Wimbledon.

Não é a primeira vez que o escocês levanta a bandeira contra o sexismo. No ano passado, ele rebateu Djokovic e defendeu direitos iguais para homens e mulheres na premiação do esporte. 

* ZHESPORTES


 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.