Rei das estradas

Froome confirma favoritismo e conquista o tetra da Volta da França

Ciclista britânico foi o sétimo da história a levar o título sem vencer uma única etapa da competição

Por: ZH Esportes
23/07/2017 - 17h36min | Atualizada em 23/07/2017 - 19h09min
Froome confirma favoritismo e conquista o tetra da Volta da França Jeff PACHOUD/POOL,AFP
Froome (de amarelo) comemora com o montanhista Barguil (E), o novato Yates e o sprinter Matthews no pódio em Paris Foto: Jeff PACHOUD / POOL,AFP  

Christopher Froome consagrou-se neste fim de semana o Rei da França pelo terceira ano consecutivo e pela quarta vez na carreira. 

No sábado, o ciclista britânico chegou em terceiro lugar na 20ª etapa da Volta da França, um contrarrelógio individual em Marselha, e praticamente garantiu a camisa amarela da competição. No domingo, ele só precisava voltar à estrada, no último trecho (103 quilômetros entre Montgeron e Paris), para confirmar a conquista.

Leia mais:
Norueguês vence 19ª etapa da Volta da França
Velocista alemão abandona Volta da França após queda na 17ª etapa
Com chegada espetacular, australiano vence 16ª etapa da Volta da França

Na prova final,o holandês Dylan Groenewegen superou o alemão André Greipel no sprint final na Champs-Elyseese e faturou a etapa que fecha a principal competição de ciclismo de estrada do mundo — foram mais de 3,5 mil quilômetros percorridos em mais de três semanas de disputas.

Froome foi apenas o 65º colocado do dia e se tornou o sétimo ciclista a vencer a Volta da França sem vencer uma única uma etapa sequer.

— É um sentimento incrível. Tem algo mágico sobre vencer quando você passa três semanas pensando neste momento, e é recompensador. Cada vez que eu venço, tenho um sentimento único. Todas vitórias são especiais a sua maneira — disse o ciclista de 32 anos, que nasceu em Nairóbi, no Quênia.

Com as quatro conquistas, Froome se aproxima do grupo de maiores campeões da prova, com cinco triunfos cada: os franceses Jacques Anquetil e Bernard Hinault, o belga Eddy Merckx e o espanhol Miguel Indurain. O americano Lance Armstrong teve seus seis títulos cassados por doping.

Froome foi recebido na chegada pela mulher, Michele, e o filho, Killian. No pódio, teve a companhia do colombiano Rigoberto Urán, vice-campeão, e o francês Romain Bardet, terceiro colocado.

Vencedor de duas etapas, o sprinter australiano Michael Matthews ficou com a camisa verde (campeão por pontos). O melhor montanhista da 104ª edição da Volta da França foi o francês Warren Barguil, que também venceu duas etapas e ficou com a camisa branca com bolas vermelhas. O melhor ciclista até 25 anos foi o britânico Simon Yates.

*ZHESPORTES

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.