Passaporte Gre-Nal

O reencontro de Inter e Jô

Atacante do Corinthians teve passagem atribulada pelo Beira-Rio

Por: Adriano de Carvalho
19/04/2017 - 11h12min | Atualizada em 19/04/2017 - 11h12min
O reencontro de Inter e Jô Daniel Augusto Jr./Corinthians,Divulgação
Foto: Daniel Augusto Jr. / Corinthians,Divulgação  

Quase cinco anos se passaram após a conturbada saída de Jô do Inter. O atacante, que é titular absoluto do Corinthians, será adversário nesta quarta-feira, no Itaquerão, em um duelo decisivo na quarta fase da Copa do Brasil.

Sair de Porto Alegre fez muito bem a Jô. O atacante deixou de lado as noitadas em sua casa na Capital e virou um dos grandes nomes do Atlético-MG campeão da América em 2013. Em entrevista este ano ao programa Bem, Amigos, do canal SporTV, o jogador avaliou sua passagem pelo Beira-Rio.

Veja outras colunas do Passaporte Gre-Nal

— As coisas não andavam bem fora de campo, eu brigava muito com minha esposa. Foi o pior momento, tanto da minha vida pessoal quanto da minha carreira profissional — disse Jô.

A ótima parceria com Ronaldinho no Atlético-MG sob o comando de Cuca levou Jô a ser convocado por Felipão para a Copa 2014. Disputou três jogos no Mundial e, apesar da goleada por 7 a 1 sofrida pela Seleção contra a Alemanha na semifinal, o atacante não se desvalorizou.

Naquele ano, deu a volta por cima com o título da Copa do Brasil sob o comando de Levir Culpi sobre o rival Cruzeiro. Em 2015, o atacante se aventurou pelo Oriente Médio, atuando pelo Al-Shabab, dos Emirados Árabes. No ano passado, mudou-se para a China, onde defendeu o Jiangsu Suning.

Nesta temporada, retornou ao Corinthians, onde iniciou a carreira. É o artilheiro da equipe do técnico Fábio Carille, com seis gols em 19 jogos.

— Cheguei quietinho no meu canto. Posso não ser um dos melhores do Brasil, mas faço meu trabalho bem feito — entende o atacante.

ZHESPORTES

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.