Reverência

Los Angeles Lakers aposentará os dois números de Kobe Bryant

Time retira os números 8 e 24 em homenagem ao astro

12/09/2017 - 15h23min | Atualizada em 12/09/2017 - 15h37min
Los Angeles Lakers aposentará os dois números de Kobe Bryant Reprodução/
Foto: Reprodução  

Kobe Bryant será homenageado duplamente pelo Los Angeles Lakers. No dia 18 de dezembro, o time fará uma cerimônia durante a partida contra o Golden State Warriors, pela temporada regular da NBA, para aposentar os dois números utilizados pelo astro ao longo dos 20 anos de carreira — 8 e 24.

O Lakers trocou em 1996 para adquirir Kobe Bryant durante o draft. Foram 20 temporadas, com direito a cinco títulos, dois prêmios de jogador mais valioso das finais e um de mais valioso da temporada regular, com 18 aparições no All-Star Game.

Leia mais:

NBA planeja mudança na loteria do draft para evitar "derrotas de propósito"
Houston Rockets é vendido nos EUA por US$ 2,2 bilhões
Site de apostas projeta temporada de cada time na NBA

Bryant iniciou a carreira com o número 8 — com ele, conquistou os três primeiros títulos como co-protagonista ao lado de Shaquille O'Neal. Depois, mudou para a camisa 24 e foi protagonista absoluto nos últimos dois títulos da carreira. Kobe se tornará o primeiro jogador a ter dois números diferentes aposentados pela mesma franquia.

Ele se aposentou ao fim da temporada 2015/2016. No último jogo, teve uma atuação de gala e fez 60 pontos na vitória do Lakers sobre o Utah Jazz.

Por que Kobe Bryant trocou de número durante a carreira?

1. A versão oficial
Assim que mudou o número, Kobe Bryant disse em entrevista à TNT: “24 significa trabalho duro, trabalhar 24 horas por dia. Ou seja, Kobe Bryant estava disposto a mostrar ao mundo todo o seu potencial. Se a versão é verdadeira, parece ter dado certo.

2. Mágoa com um ídolo
Kobe cresceu na Itália e era fã de Mike D’Antoni, que à época era jogador no Olimpia Milano. Como D’Antoni usava o número 8, Bryant levou a idolatria aos seus tempos de NBA. No entanto, o Lakers foi eliminado em sete jogos nos playoffs de 2006 exatamente pelo Phoenix Suns, treinado por… Mike D’Antoni. A mágoa poderia ser um motivo para deixar o número 8 para trás. Curiosamente, D’Antoni acabaria sendo técnico de Kobe entre 2012 e 2014.

3. Troca de patrocinador
Kobe Bryant trocou a Adidas pela Nike em 2004. A mudança de número ocorreu apenas dois anos depois. Mas há pessoas que dizem que tudo ocorreu porque a camisa 8 do Los Angeles Lakers teria a imagem vinculada à empresa alemã, e a rival americana queria construir uma identidade própria para Kobe. Por isso, a mudança de número ocorreu assim que foi possível.

4. Número da escola
Kobe não passou pelo basquete universitário — foi direto do ensino médio para a NBA. Se você procurar por Kobe Bryant em Lower Merion, seu colégio, verá fotos do jogador com o número 33. Mas ele chegou a usar o número 24 na escola antes de mudar para o 33. Ou seja, a volta ao número antigo poderia ser uma referência ao passado. Quando Kobe chegou ao Lakers, o número 24 pertencia a George McCloud, e isso explica a razão de ele não ter escolhido o número 24 desde o início. O número 33, claro, é aposentado em homenagem a Kareem Abdul-Jabbar.

5. Comparação com Michael Jordan
É um dos cenários mais absurdos, mas os teóricos da conspiração dizem que a ida para o número 24 é uma referência a Michael Jordan, que se consagrou com o número 23. A ideia de Kobe, se esta teoria for verdadeira, é apontar que ele está um número, ou um passo, acima de Jordan.

*ZHESPORTES