Melhora

Em recuperação, Schumacher tem "momentos de consciência"

Ex-piloto alemão apresenta sinais de progresso

04/04/2014 | 09h24
Em recuperação, Schumacher tem "momentos de consciência" PATRICK HERTZOG/AFP
Foto: PATRICK HERTZOG / AFP

O heptacampeão mundial de Fórmula-1 Michael Schumacher, hospitalizado há três meses em Grenoble (leste da França) por um grave acidente de esqui, tem "momentos de consciência", anunciou nesta sexta-feira sua porta-voz em um comunicado.

— Michael faz progressos. Mostra momentos de consciência e de despertar. Estamos a seu lado durante este longo e difícil combate e continuamos acreditando — afirma o comunicado da porta-voz do piloto alemão, Sabine Kehm.

A nota não revela mais detalhes sobre o estado de saúde de Schumacher.

— É absolutamente necessário respeitar a intimidade de Michael e de sua família, e permitir o trabalho da equipe médica com total serenidade — completa a porta-voz.

Kehm agradece mais uma vez "todas as mensagens de simpatia recebidas de maneira ininterrupta".

O campeão da F-1, de 45 anos, sofreu um choque violento contra uma rocha em 29 de dezembro, quando esquiava com o filho e um grupo de amigos na estação de Meribel (Alpes franceses).

No momento da internação, Schumacher tinha lesões cranianas "difusas e graves". O piloto foi colocado em coma induzido, mas a partir de 30 de janeiro os médicos iniciaram uma fase de despertar, que consiste em reduzir progressivamente os sedativos administrados, um processo muito longo. Não existe a previsão de transferir Schumacher do hospital de Grenoble em um futuro próximo.

Em 17 de fevereiro, a justiça francesa arquivou a investigação sobre o acidente, depois de descartar qualquer responsabilidade de terceiros.

Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.