Versão mobile

Você é a favor do uso de dinheiro público para o financiamento de campanhas eleitorais?

Enviar mensagem
  • Eliel Moreira da Silva 

    O gasto das campanhas já são publicos. Vejam: As empresas que finaciam as campanhas não são partidárias, elas só finaciam em troca de facilidades futuras. E quem finaciam as obras, são o dinheiro público. Isto é: As empresas pricadas financiam as campanhas, e depois, nós financiamos a obra pública que será feita pela empresa que finaciou. Mas, se limitarem e fiscalizarem corretamente, coisa que é impossível, tudo bem. Que façam o financiamento público e que fiscalizem com responsabilidade.

    Estância Velha - RS - Brasil16/05/2011 | 16:49
  • Rubens Miranda 

    Sou contra! Partidos políticos e a campanha de seus candidatos devem ser financiados pelos próprios meios do partido e dos candidatos à legenda. Assim acabariam essa farra de se usar dinheiro público, sem que saiba como fora utilizado, e muito menos para favorecer esse ou aquele candidato, o que ainda criaria condições de selecionar mais as pessoas que se aventuram em candidaturas políticas. Fazendo com a própria pessoa, candidata, gaste seus próprios recursos e do partido, sem dúvida teríamos mais pessoas com condições e melhor qualificadas para atuar no Parlamento. Se não se consegue rastrear gastos públicos, por vezes, como se quer dar dinheiro para financiar campanhas de partidos e de particulares?! Se os partidos políticos desejam lançar candidatos, que pague aos mesmos e tenha a contrapartida de exigir dinheiro aos aventureiros. Mas dinheiro público para financiá-los, nunca!

    Santo Ângelo - RS - Brasil16/05/2011 | 13:41
  • Jones Barrios 

    Esta questão nem deveria ser levantada. È melhor manter o povo burro, doente e sem segurança a ter que dar explicação de tanta safadeza desta classe (política) que vivem em um mundo a parte. Todo homem tem seu preço, desde a sua dignidade até o mais alto valor que se possa oferecer.

    Porto Alegre - RS - Brasil16/05/2011 | 13:05
  • Jorge Gustavo Hübler 

    Mas ele já não é usado descaradamente e a muito tempo? Sempre que um partido (independente da sigla) está no poder os dinheiros públicos são drenados pornograficamente objetivando reeleger "os do partido", exemplo recente? Quanto custou para os cofres públicos (nosso dinheiro) a "confecção" da imagem, que não exista, da nossa atual presidente. Segundo a própria presidente eleita, as dividas deixadas pelo seu antecessor para "ela pagar" são imensas, isto não é utilizar dinheiro público em campanha politica? Se não o for teremos que reinventar a lingua portuguesa.

    São José - SC - Brasil16/05/2011 | 12:36
  • Aldo Marques 

    Com certeza, sou contra o uso do dinheiro público para o financiamento de campanhas políticas. Acho um absurdo essa proposta e se passar será para mim mais uma grande decepção com a Política Brasileira.

    Rio de Janeiro - RJ - Brasil16/05/2011 | 11:13
  • Janete Garbini 

    Mesmo contraria essa idéia absurda, dinheiro é desviado, não vamos esquecer os escandalos do mensalão. Os partidos se fortalecem mesmo que povo seja contrario eles armam esquemas para se beneficiar nas campanhas, com promesssas e compromissos politicos. Ex presidente Lula pagou com viagens pelo as dividas de campanha, cada ida seguiam uma bando de EMPRESARIOS que financiarem o PT aonde ele se elegeu. Contra ou favor, povo é testemunha da corrupção é hora de executar UM NÃO PELO VOTO. Dia que VOTO for livre sem LEI, com certeza nosso VOTO sera respeitado e seremos notados como ELEITOR imune contra de voto. Essas PROPOSTA OBCENA nem pensar, voto livre do CIDADAO Brasileiro é respeitado.

    porto alegre - RS - Brasil16/05/2011 | 11:00
  • Alda Pegoraro Roeder 

    Acho um absurdo usar o dinheiro público para financiar campanha eleitoral.O candidato que não tem recursos próprios para tal investimento,não deveria nem se candidatar,pois existem obras muito mais importantes que dependem desse dinheiro e estão paradas por falta dele.

    Nova Prata - RS - Brasil16/05/2011 | 09:10
  • rubens ciro *** 

    Quem financia as campanhas, sempre foram as empreiteiras: e os que suprem o governo de bens.Não há necessidade de "financiar", sendo que a empreiteira/outros já o fazem, com o R$ desviado de nossos impostos. É a troca do favor, pela troca do próprio dinheiro do favor!

    pato branco - PR - Brasil16/05/2011 | 08:51
  • Albino Perleberg Perleberg 

    Sinceramente...o sistema politico Brasileiro já está alem do limite..é mensalidade aos partidos, que patrocinamos com nossos impostos,é corrupção, é dólar na cueca, etc.:, etc:. Depois vem o salário, que deve dar inveja a muito enpresario bem suscedido, além de todas os direitos e mordomias possiveis. Quando criam um projeto, geralmente é em beneficio próprio...e o povo que se lixa.

    PELOTAS - RS - Brasil16/05/2011 | 08:47
  • RENATO MENDONÇA PEREIRA 

    Totalmente contra.Até porque seria uma forma de oficializar o que já é usado de forma irregular.Todas campanhas são financiadas,senão pelo governo(situação) ou de outras formas que renderão frutos no futuro.A bem da verdade,para acabar de vez com este desperdício,deveriam usar meios de propaganda próprios e gratuítos,sem muita pompa e com mais verdades e com planificações registradas por candidatos que comprovem as suas reais condições para ocupar o cargo pretendido.Precisamos,sim de governos sérios e que realmente estejam preocupados em representar uma nação com o seu trabalho.

    Alvorada - RS - Brasil16/05/2011 | 08:43
  • Natal Marchi 

    Já não basta os polpudos salários que os políticos recebem e que são pagos pelo povo? Agora vamos ter que financiar também as campanhas eleitorais? Parte deles, depois de eleitos, ainda se dá ao desplante de "girar a chave do cofre" e garfar o dinheiro público. Acaso não é isso que se vê frequentemente? E as punições, quais são? Muito poucas, porque eles têm o tal do Foro Privilegiado e da Imunidade Parlamentar. Então, não é verdade que todos somos iguais perante a lei. Alguns têm direitos especiais. Por quê? O financiamento das campanhas eleitorais deve ser muito bem analisado e a sociedade muito bem informada, sob pena de continuar sendo engambelada. Ora, senhores: sejamos coerentes, de uma vez por todas.

    Rio do Sul - SC - Brasil15/05/2011 | 21:08
  • Felipe Spuldaro 

    Sou contra o dinheiro público investido em campanhas eleitorais, pois, este dinheiro deve ser investido em políticas públicas, saúde, educação e assistência social.

    Marau - RS - Brasil15/05/2011 | 19:43
  • Giuseppe Stropacullo 

    Dinheiro público deve ter outro destino.Ser político é um alto negócio,é estar surfando na onda da prosperidade,mesmo que seja num mar sujo ,então que sejam criativos para achar outra fonte de financiamento.Porque sempre no nosso? CHEGGGAAA!!!!!!

    Barra do Rio Azul - RS - Brasil15/05/2011 | 19:41
  • hudson ferguson 

    Os cães fartados de linguiça ainda querem mais,pode? Agora,além do nosso voto obrigatorio ainda querem que lhes paguemos o banquete,um absurdo! Com todos os meios de comunicação que existem... eles que financiem seus custos assim como todo o cidadão de bem faz quando acontece a necessidade.Chega de encargos,já andamos estropiados.

    coxilha - RS - Brasil15/05/2011 | 18:49
  • Marcelo Rodrigues Moraes 

    Reformulando a pergunta: Eu sou a favor de, além de pagar salários exorbitantes para os políticos, deixar que continuem usando o meu dinheiro pra financiar suas campanhas políticas. Se essa é a pergunta. Minha resposta é não! É inacreditável que alguém dê seu consentimento à isso. É o querer roubar legalmente dos que esforçam-se pra pagar suas contas em dia.

    Bento Gonçalves - RS - Brasil15/05/2011 | 17:38
  • luiz bavaresco 

    Está me parecendo com a venda de indulgências contra as quais Martin Lutero protestou.Além de avalizarmos o paraíso para que já está lá ainda querem que lhes financiemos a campanha...pelo amor de Deus ,existe proposta mais indecente que essa,me digam?

    nova prata - RS - Brasil15/05/2011 | 15:43
  • Leandro F. 

    Quando temos que elaborar um currículo para conseguir uma vaga de emprego, deslocamentos, alimentação, entre outras coisas, utilizamos recursos próprios. Por que, então, eles deveriam usar nosso dinheiro? Nada justo! Dinheiro público deve ser revertido para o bem-estar do povo, seja na saúde, seja na educação, seja na segurança, ..., que, ao contrário do que deveria ser, está extremamente deficitário.

    Porto Alegre - RS - Brasil15/05/2011 | 13:36
  • Alberto Magno Tagliassuchi 

    O Deputado Fontana não fala tudo sobre o voto em lista, falta a palavra LISTA FECHADA, o que significa que só se vota em um Partido, e com tudo este dinheiro que os pobres brasileiros estão dando aos partidos, logo seremos uma Republica Democratica Bolchevique. Sugiro ao Deputado ler a revista Veja desta semana,Eles querem cassar o meu voto, do articulista IGOR PAULIN. Alberto Tagliassuchi Eng. Civil

    PORTO ALEGRE - RS - Brasil15/05/2011 | 13:35
  • silvio jaime fernandes 

    É CLARO QUE SOU CONTRA O USO DO DINHEIRO PUBLICO EM CAMPANHAS ELEITORAIS. SE CANDIDATA QUEM QUER, PORTANTO O SEU INTERESSE, NÃO PASSA PELO DINHEIRO DO POVO.

    são paulo - SP - Brasil15/05/2011 | 11:24
  • Nilton Silva 

    Sou favorável a "extinção da classe" Pra que político!?? Se foram eleitos pra planejar a economia e defender os interesses da população..e ao invés disso.."DEFENDEM APENAS SEUS GANANCIOSOS INTERESSES"!?? Temos dia após dia.."Um novo golpe..Uma nova pilantragem"..De norte a sul diariamente se descobre novas "engronhas" por parte de quem deveriamos ter "plena confiança" Não precisamos de "politicos" Consigo planejar bem melhor o destino do meu dinheiro tão suado. Pago impostos mas não tenho escolas e professores..hospitais, transporte decente,SEGURANÇA..To sempre preocupado qdo deixo minha casa se voltarei vivo..ou se algum familiar poderá sofrer com violencia,drogas e outras porcarias mais deste honorável País. ( POLITICOS..PIADA DE MAU GOSTO).A população é muito "passiva".. Mas isso pode mudar!!! Chega uma hora que a "corda arrebenta".

    Cachoeirinha - RS - Brasil15/05/2011 | 11:21
Total de 2 páginas
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.