Versão mobile

Criança cai de 12 metros em Balneário Camboriú

Estudante de 11 anos sofreu fraturas em três vértebras da coluna e no fêmur

Por: Sicilia Vechi, Balneário Camboriú
15/10/2007 - 18h50min
Uma estudante de 11 anos foi internada na UTI do Hospital do Coração, em Balneário Camboriú, litoral de Santa Catarina, após cair de uma tirolesa durante um passeio escolar no Parque Unipraias, na quinta-feira. O acidente aconteceu no início da tarde, quando um grupo de 42 alunos de duas escolas de Pomerode terminava um circuito de arvorismo no parque.

A menina caiu de uma altura de cerca de 12 metros sobre a terra e foi socorrida pelos monitores do parque. Ela sofreu fraturas em três vértebras da coluna e no fêmur, e chegou a passar por uma cirurgia, segundo boletim médico repassado à Secretaria de Educação de Pomerode.

Na tarde desta segunda-feira, funcionários do hospital informaram que o quadro da estudante era estável. A atividade que a criança praticava junto com os colegas era a travessia horizontal entre árvores por meio de roldanas, que deslizam sobre um cabo de aço, conhecida como tirolesa.

— Depois da queda, ela falou comigo, mexeu os braços. Estava usando equipamentos de segurança como todos os alunos. Ficamos assustados, porque algo pior poderia ter acontecido daquela altura — disse a turismóloga Priscila Romig, de Pomerode, que acompanhava as crianças no passeio.

O responsável pelo departamento de Marketing do parque, Simélio Pereira, afirmou que o acidente com a estudante ocorreu quando ela ainda estava sobre uma das plataformas do Parque de Aventuras do Unipraias e aguardava o momento de descer a tirolesa. Pereira diz que o laudo técnico do parque irá apurar as causas do acidente nos próximos dias, porém adiantou que a menina teria soltado o cinto principal de segurança, preso a um cabo suspenso.
 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.