Versão mobile

Jovem de 17 anos é morto em ônibus na Ilha da Pintada

Elisandro Moraes Freitas levou um tiro de espingarda no rosto

20/09/2008 | 11h39
Na manhã deste sábado, dois homens entraram no ônibus 6141 da Auto Viação Navegantes, no km 88, linha Ilha da Pintada, em Porto Alegre. O coletivo transitava no sentido Centro-bairro e levava nove passageiros. Segundos depois, o mais velho deles, empunhou uma espingarda e gritou:

— Quem é o Negão, quem é o Negão? É tu, né?

Sem que Elisandro Moraes Freitas, 17 anos, esboçasse qualquer reação, o homem da espingarda fez um único disparo no rosto na vítima, que morreu na hora. Houve uma alvoroço dentro do coletivo, mas ninguém mais foi ferido. O atirador e o seu companheiro fugiram.

A vítima estava acompanhada por quatro amigos que falaram aos policiais da 4ª Delegacia de Polícia Civil que Freitas não era conhecido por Negão. O adolescente morto, que não possuía carteira de identidade, foi identificada por parentes. No final da manhã de sábado, a polícia já tinha um suspeito. A motivação do crime poderia ter sido uma briga de jovens que acabou em tiroteio. O inquérito policial deverá ser feito pela Delegacia de Homicídios.

Entre sexta-feira e sábado, outros três jovens foram mortos na Capital. Por volta da 0h, um corpo com cinco perfurações de armas de fogo foi encontrado na Rua Zaire, no bairro Agronomia. Cerca de uma hora depois, na Rua Jardim dos Coqueiros, no Passo das Pedras, David Nascimento Vieira, 17 anos, levou cinco tiros, que o atingiram no rosto e nas costas. Por volta das 2h, em um tiroteio, Diego Moreira, 20 anos, foi morto na Rua Enio Aveline da Rocha, no bairro Vila Nova.
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.