Versão mobile

Ativistas de ONG protestam contra G-20 em Washington

Integrantes da Oxfam usam máscaras de chefes de Estado que participam da reunião financeira

14/11/2008 - 16h53min
Ativistas de ONG protestam contra G-20 em Washington Rainer Jensen, EFE /
Manifestantes usam máscaras (da esq. à dir.) do primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, da chanceler alemã, Angela Merkel, do presidente dos EUA, George W.Bush, e do primeiro-ministro britânico, Gordon Brown Foto: Rainer Jensen, EFE  
Integrantes da organização não-governamental (ONG) Oxfam usaram nesta sexta-feira máscaras de chefes de Estado que se reunirão neste fim de semana em Washington, nos Estados Unidos, no encontro do G-20.

No protesto, realizado no parque Lafayette, em frente à Casa Branca, os manifestantes parodiaram a reunião com uma lista de prioridades a serem resgatadas, em que está marcado o item "bancos". Além disso, eles exibiram sacos repletos de réplicas de notas de dólares.

A reunião do G-20 deve fixar as bases para a reforma do sistema financeiro internacional. Conscientes de que a economia mundial se encontra na pior situação há mais de meio século, os líderes dos países desenvolvidos e das economias emergentes tentarão pactuar medidas contra a crise e mudar as regras dos mercados para prevenir outras no futuro.

Participantes

A reunião foi convocada pelo grupo G-20, do qual fazem parte as oito nações mais industrializadas do planeta, mais vários países emergentes.

Além dos integrantes do Grupo dos Sete (G-7, formado por Estados Unidos, França, Japão, Reino Unido, Alemanha, Itália e Canadá), compõem o G-20 Brasil, Argentina, Austrália, China, Índia, Indonésia, México, Rússia, Arábia Saudita, África do Sul, Coréia do Sul, Turquia e a presidência da UE.

Após intensas gestões diplomáticas, a Espanha conseguiu um lugar na reunião, graças ao apoio do presidente francês, Nicolas Sarkozy, à frente este semestre da UE.

A Holanda, que também pediu para participar, estará integrada na delegação da França, e a República Tcheca (próxima presidência da UE) ocupará um dos assentos da Espanha.

Primeiro ato oficial

Os líderes que participarão da cúpula começaram a chegar hoje a Washington, pois esta noite ocorre o primeiro ato oficial, um jantar na Casa Branca, com o presidente George W. Bush, que está a dois meses de deixar o cargo, como anfitrião.

Neste sábado, começarão as reuniões de trabalho com uma foto de grupo, e espera-se que, por volta de 15h (18h de Brasília), o encontro termine com uma declaração institucional de Bush.

Alguns dos participantes aproveitaram a presença em Washington para realizar reuniões bilaterais, como a que fazem esta tarde o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a chefe de Estado da Argentina, Cristina Fernández de Kirchner.

Lula se reuniu com primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown. Os ministros Celso Amorim (das Relações Exteriores) e Guido Mantega (da Fazenda) também participaram.

O líder eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, não participará da cúpula, mas enviará dois emissários, a ex-secretária de Estado democrata Madeleine Albright e o ex-legislador republicano Jim Leach, que estabelecerão os primeiros laços do novo governo com os países emergentes e as nações mais industrializadas.

Com informações do site G1 e da agência EFE.

Entenda a crise

Notícias Relacionadas

14/11/2008 | 15h55

Bovespa segue Nova York e opera em queda

Mercado repercute indicador dos EUA e discurso de presidente do FED

14/11/2008 | 15h07

Principais bolsas européias fecham a semana em alta

Bovespa acompanha mercado americano e opera em baixa

14/11/2008 | 14h09

Merkel espera que G-20 defina um programa de trabalho

Chanceler alemã vai para reunião nos EUA com otimismo

14/11/2008 | 12h45

Vendas no varejo dos EUA têm maior queda desde 1992

Negociações caíram 2,8% em outubro, informou hoje o Departamento do Comércio do país

14/11/2008 | 12h21

Fábricas da Renault interrompem produção para reduzir estoque

Vendas da montadora caíram 14,1% em outubro

14/11/2008 | 09h25

Hong Kong entra em recessão e governo corta projeções

PIB contraiu-se 0,5% no terceiro trimestre em comparação ao segundo trimestre

14/11/2008 | 08h44

Itália entra em recessão técnica no terceiro trimestre

PIB do país encolheu 0,5%, depois de uma contração de 0,3% nos três meses anteriores

14/11/2008 | 08h28

Zona do euro entra em recessão pela primeira vez na história

Números são da agência de estatísticas Eurostat

14/11/2008 | 08h08

Royal Bank of Scotland cortará cerca de três mil postos de trabalho

Baixas afetarão as operações do RBS no mundo todo

14/11/2008 | 04h10

Europa tem quase 10 mil demissões por dia

Próximo passo, segundo políticos, é a crise social

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.