Versão mobile

Marcão lembra derrota do Flamengo para alertar Inter

Pela Libertadores, time carioca venceu América por 4 a 2 no México e perdeu de 3 a 0 em casa

14/11/2008 - 12h48min
Marcão lembra derrota do Flamengo para alertar Inter Juliano Schüler/
"Unir o título da Sul-Americana com a vaga na Libertadores seria o final de ano ideal para nós", diz Marcão Foto: Juliano Schüler  
Enquanto sobrevoa o continente até chegar a Porto Alegre, por volta das 17h desta sexta, o Inter faz as contas para obter a classificação para a final da Copa Sul-Americana, após a vitória da última quarta. Segundo o zagueiro e lateral-esquerdo Marcão, os 2 a 0 sobre o Chivas Guadalajara não garantem a vaga ainda. Para alertar o grupo e a torcida sobre a necessidade de fazer um bom jogo no Beira-Rio, na próxima quarta, o jogador lembra o exemplo do Flamengo. Na última Copa Libertadores, o time carioca venceu o América, no México, por 4 a 2, deu a classificação como certa e acabou surpreendido no Maracanã. Comandado por Cabañas, o time mexicano venceu por 3 a 0.

— Precisamos de tranqüilidade, pés no chão. Temos uma vantagem, mas no futebol existem surpresas. O Flamengo ganhou de dois aqui, mas acabou perdendo de três no Rio e sendo desclassificado. Temos que jogar com a vantagem a nosso lado, com o estádio lotado, e fazer valer isso para chegar à final — disse o jogador, antes de embarcar para o Brasil.

Marcão admite que a possibilidade de conquistar vaga na Libertadores por meio da Sul-Americana motiva o grupo.

— Já sabíamos uma semana atrás, antes do jogo contra o Boca, mas ninguém tinha certeza. O nosso objetivo era chegar à Libertadores e pelo Brasileiro não conseguimos. Unir o título da Sul-Americana com a vaga na Libertadores seria o final de ano ideal para nós — afirma.

O Inter sabe, porém, que só o problema da federação peruana com a Fifa pode abrir a oportunidade para que o campeão da Sul-Americana 2008 jogue a Libertadores 2009.

Neste sábado, os reservas viajam para Santos, onde o Inter joga domingo, às 19h10min, pelo Campeonato Brasileiro. Os titulares ficam em Porto Alegre se preparando para o jogo de volta, contra o Chivas. Andrezinho pode seguir como titular, caso Alex participe do amistoso da Seleção Brasileira contra Portugal, em Brasília.

Negócios

A direção segue tentando a liberação de Alex da Seleção, mas sabe que o jogador pode se valorizar ainda mais com as convocações. O clube tem 70% dos direitos federativos e calcula o valor de mercado do meia de 27 anos entre 12 e 15 milhões de euros (R$ 34 milhões e R$ 43 milhões). Com relação a Nilmar, o Inter espera que o atacante alcance 20 milhões de euros (R$ 57 milhões). No entanto, ainda não há proposta concreta por nenhum dos dois para a janela de janeiro.

Notícias Relacionadas

14/11/2008 | 11h10

Nilmar estaria na lista de contratações do Real Madrid

Jornal Marca publicou novos nomes de possíveis substitutos para o lugar de Rudd Van Nistelrooy

14/11/2008 | 06h10

“Preciso pensar na Seleção”, diz Dunga sobre convocação de Alex

Se jogar contra Portugal, meia não poderá enfrentar o Chivas pela Sul-Americana

14/11/2008 | 06h03

Clube receia reversão de expectativa sobre Libertadores

Jogadores, no entanto, seguem pensando alto

13/11/2008 | 19h06

Piffero: "Virada de mesa foi o Grêmio subir no canetaço para a Primeira Divisão"

Presidente colorado rebate críticas de André Krieger sobre convite à Libertadores

13/11/2008 | 18h17

Imprensa mexicana diz que "o fim está próximo" para o Chivas

Jornais criticam gols perdidos pelo time e comentam dificuldade após derrota para o Inter

13/11/2008 | 15h56

Após a vitória, Inter treina em Guadalajara

Titulares acordaram tarde e relaxaram na piscina do hotel

13/11/2008 | 13h58

D'Alessandro volta a treinar e diz que está bem

Meia trabalha normalmente com grupo que não viajou ao México e é reforço para jogo de volta

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.