Versão mobile

Yeda contraria Cpers e volta a defender piso estadual

Professores exigem implementação do piso nacional, tema questionado na Justiça pelo governo gaúcho

14/11/2008 - 13h24min

A governadora Yeda Crusius voltou a defender o projeto que cria o piso salarial estadual para os professores, assinado terça-feira e encaminhado à Assembléia Legislativa. A defesa da governadora contraria o Cpers, já que a categoria pede a retirada do projeto. Os professores exigem o cumprimento da lei que estabelece o piso nacional, questionada na Justiça pelo governo gaúcho.

— A gente é a favor do piso e vai pagar um ano antes do prazo — argumentou Yeda em entrevista ao Jornal do Almoço, da RBS TV.

A assembléia no Ginásio Gigantinho, em Porto Alegre, havia sido convocada para discutir a pauta de reivindicações da categoria. No fim da noite de ontem, o Conselho Geral da entidade aprovou indicativo de greve.

Se a maioria aprovar a proposta, as aulas poderão ser suspensas imediatamente.

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.