Versão mobile

De coroa e manto, Biro Biro dá autógrafos em Santa Maria

Ex-jogador do Corinthians na década de 80 divulgou promoção de refrigerante

04/12/2008 | 17h34
De coroa e manto, Biro Biro dá autógrafos em Santa Maria Charles Guerra /
Ídolo do Corinthians autografou bandeiras do clube Foto: Charles Guerra
O nome de batismo, Antônio José da Silva Filho, pode até não ser muito conhecido dos torcedores. Já o apelido... No universo do futebol, é difícil encontrar alguém que nunca tenha ouvido falar do folclórico Biro Biro. Figuraça e um dos grandes ídolos do Corinthians na década de 80, o ex-jogador esteve nesta quinta-feira em Santa Maria para divulgar a promoção Coca-Cola — Deu a Louca no Biro Biro, da qual ele é garoto propaganda.

Conhecido tanto pela sua dedicação nos gramados quanto pela sua vasta cabeleira, Biro Biro aproveitou para sentir um pouquinho do calor da torcida santa-mariense, que até hoje lembra dos feitos do boleiro com camisa do Timão.

O roteiro de Biro Biro na cidade incluiu um tour por bares e cafés do Centro. O momento máximo da tietagem ocorreu por volta das 14h, quando ele foi até o Calçadão, próximo à Galeria Chami, local consagrado pelas discussões futebolísticas em Santa Maria. Logo que chegou, o ex-jogador foi cercado por um grupo de fãs e de curiosos que disputavam um autógrafo e pediam para tirar fotos ao lado dele.

— Eu fico muito feliz de receber esse carinho do torcedor onde eu vou. Sempre fui muito bem recebido, não importa se é gremista, colorado, palmeirense ou são-paulino — agradece Biro Biro.

Apesar da predominância de torcedores das duplas Rio-Nal e Gre-Nal em Santa Maria, o ídolo do Corinthians pôde receber também o afeto de alguns poucos corintianos. O vendedor ambulante José Francisco de Souza, 38 anos, levou o filho Elvis, 18 anos, para conhecer Biro Biro e garantir um autógrafo na bandeira do seu clube do coração.

— Ele dava raça ao time, não se entregava. Era um jogador que nunca dava um jogo por perdido — lembra o torcedor corintiano.

Maradona

Na primeira etapa da promoção "Coca-Cola — Deu a Louca no Biro", o ex-jogador do Corinthians disputou com o craque argentino Maradona a preferência dos torcedores brasileiros para saber quem era o melhor dentro de campo.

Na eleição fictícia, deu Biro Biro pela diferença de um voto, o que ajudou a aumentar o folclore em torno do ex-jogador que, apesar do sucesso com a camisa do Timão, nunca chegou à seleção brasileira.

— O pessoal me pára na rua para dizer que votou em mim, que eu era melhor mesmo. É engraçado. Ele (Maradona) não ia ganhar aqui dentro do Brasil. Não tinha jeito — diverte-se o ex-jogador, hoje garoto propaganda.

O sucesso da campanha publicitária foi tanto que até mesmo quem não o conhecia direito deu opinião a respeito do ex-jogador. Perguntada por uma colega sobre quem era o personagem que passava pelo local, uma vendedora de uma das lojas da Galeria Chami disparou:

— É o Biro Biro, aquele jogador famoso. Ele é melhor que o Maradona.

 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.