Versão mobile

Homem é suspeito de matar ex-namorada e fugir com o filho em São Paulo

Polícia vai pedir a prisão temporária do ex-jogador de futebol

24/03/2009 - 22h04min

A polícia de São Paulo vai pedir a prisão temporária de um ex-jogador de futebol suspeito de matar a ex-namorada e de fugir com o filho pequeno do casal. Janken Ferraz foi visto pela última vez no prédio onde Ana Cláudia Melo e Silva foi encontrada morta. Imagens do circuito interno do edifício estão ajudando na investigação.

O corpo de Ana Cláudia tinha ferimentos feitos a faca no pescoço e no abdômen e pequenos cortes nas mãos, que, segundo a polícia, mostram que ela tentou se defender. O Departamento de Homicídios descobriu que, naquela mesma noite, Janken telefonou para uma tia dele. Disse que havia feito uma grande besteira e que precisava fugir.

Um relatório preliminar da investigação atesta que, "diante dos ferimentos constatados, a agressão teve início na cozinha e a vítima, para se defender, correu para o banheiro, mas não conseguiu trancar a porta". A polícia diz que a camiseta que Janken usava quando chegou ao prédio foi encontrada suja de sangue na área de serviço do apartamento, com uma faca de cozinha.

Para o delegado Marcos Carneiro, o mais importante agora é encontrar a criança:

— Nós estamos tentando contatar o advogado inclusive para dar uma garantia que, se ele devolver a criança nesse período de transição, a polícia suspende a captura dele para que ele se sinta confortável de se movimentar. Se não entregar será decretada a prisão temporária dele e a polícia tem que ir na captura dele porque é questão de lei.

As informações são do Jornal Nacional.

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.