Versão mobile

Peça "Teresa e o Aquário" ocupa bar de Porto Alegre

Montagem é adaptação de um conto de Luciano Mattuella

Por: Renato Mendonça
11/03/2009 - 04h46min
Teresa e o Aquário estreou no ano passado no Theatro São Pedro propondo uma bem-sucedida mistura de dramaturgia fragmentada, música ao vivo e recursos multimídia. A partir de hoje e também nas outras quartas-feiras de março, a partir das 21h, Teresa e o Aquário vai levar sua fórmula sofisticada ao Espaço Ox, que promete abrigar montagens experimentais de teatro e de dança.

O diretor João de Ricardo admite que ainda não sabe como vai utilizar o ambiente do Ox – isso vai vai se decidido depois dos ensaios que a CIA espaço EM BRANCO fará no local. O gaúcho se desculpa por ser obrigado a usar um termo técnico na tentativa de explicar o que vai fazer:

— Cada lugar tem uma “psicogeografia” diferente, que agrega características afetivas e de espaço. Uma coisa é certa: devemos apostar mais nas cenas com vídeos e na música ao vivo, executada por Roger Canal, e baixar das duas horas originais de duração.

A dramaturgia que o grupo e Diones Camargo criaram para Teresa e o Aquário, adaptada do conto Teresa ainda Olhava para o Aquário, de Luciano Mattuella, será revista.

— Criamos várias células performáticas, várias nem foram usadas na apresentação do São Pedro. Vamos decidir quais funcionam melhor no Ox e rearranjá-las. Será um espetáculo novo — resume João de Ricardo.

Quanto à dificuldade de se apresentar em um espaço onde o público tem liberdade para beber, fumar e conversar, o diretor é objetivo:

— Não adianta encarar isso como dificuldade. Temos de dialogar com essas características. Isso faz parte do jogo teatral, e o nosso grupo faz questão de que o público compartilhe e participe desse jogo.

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.