Versão mobile

Viamão forma fila de 125 anos para consulta no SUS

Busca por uma consulta ou cirurgia na área de ortopedia pode se tornar uma espera centenária

07/04/2009 - 04h04min
Viamão forma fila de 125 anos para consulta no SUS  Marcelo Oliveira /
Viamão forma fila de 135 anos para consulta no SUS Foto: Marcelo Oliveira  
A busca por uma consulta ou cirurgia na área de ortopedia pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em Viamão, na Região Metropolitana, pode se tornar uma espera centenária.

Caso seja mantido o número de atendimentos anuais, o paciente que fizer o agendamento hoje, via Central de Marcação de Consultas e Exames, só será recebido por médicos daqui a 125 anos. Conforme a secretária interina da Saúde, Liciane Fraga, 1.875 pessoas aguardavam por atendimento até semana passada, mas só 15 consultas são liberadas anualmente pela central.

– Ficamos de mãos amarradas, sem ter uma explicação aos moradores que nos procuram. Se há esta procura muito grande, é porque em algum momento esta fila deixou de andar – lamentou.

O problema ocorre porque, em Viamão, os pacientes recebem atendimento pelo SUS de apenas quatro especialidades (pediatria, ginecologia, odontologia e clínica médica). Para pessoas que procuram consultas em outras áreas, precisam ser encaminhadas para Porto Alegre, que não dá conta de suprir a demanda.

Na tentativa de acelerar o atendimento e diminuir a fila de espera, a Secretaria da Saúde de Viamão acaba enviando parte dos encaminhamentos para a Comissão de Saúde da Capital, responsável por avaliar casos com prioridade. Somente neste ano, 94 pedidos foram encaminhados. Destes, 34 tiveram o reagendamento da consulta aprovado. Outros 22 não foram aceitos e 38 continuam em análise.

– Quando o paciente nos procura com o encaminhamento pedindo urgência, não negamos. Afinal, se o médico do posto pede é porque ele considera prioridade. Não há outra alternativa – justifica a secretária.

Com a esperança de ser atendida mais rápido, a aposentada Elza Ferreira Brendler, 68 anos, entrou ontem na fila com hérnia de disco.

– Já soube de pessoas que morreram esperando a consulta que não chegou. Só torço para que eu tenha mais sorte – afirmou.
 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.