Versão mobile

Vereador da Capital propõe traje social a colegas

Nelcir Tessaro quer evitar que mulheres usem camiseta e jeans em plenário

16/09/2009 - 03h20min

Incomodado com as roupas de duas colegas no plenário, o vereador Nelcir Tessaro (PTB) apresentou uma proposta para obrigar as vereadoras a usar um traje mais social durante as três sessões semanais da Câmara de Porto Alegre.

Com a proposta, Tessaro quer impedir que vereadoras transitem pelo plenário de camiseta, blusas com dizeres de cunho político, chinelo de dedo, tênis e calça jeans. O vereador especifica no projeto quais roupas podem ser usadas nas sessões: tailleur, terninho, vestidos clássicos mais longos e sapatos de salto médio ou alto. Já os homens, terno, gravata, camisa social e sapato clássico.

>> Opine: você concorda com o projeto do vereador?

Na justificativa, o petebista explica que a sessão plenária “é a mais importante solenidade realizada pelos vereadores”, e eles devem “utilizar vestimentas apropriadas e formais”. Se aprovadas em plenário, as sugestões serão incorporadas ao artigo 216 do regimento interno.

Embora resistente, Tessaro revelou os nomes das vereadoras que, segundo ele, não usam roupas de acordo com o regimento: Fernanda Melchionna (PSOL) e, em alguns casos, Sofia Cavedon (PT). Para a petista, a intenção é “padronizar, o que esvazia o parlamento da polêmica e da diferença”.

Em resposta à iniciativa, as integrantes da 4ª Conferência de Políticas Públicas para as Mulheres de Porto Alegre, que ocorreu durante o final de semana, aprovaram uma moção de repúdio. Para as participantes, trata-se de uma medida discriminatória.

Na Câmara dos Deputados, é obrigatório o uso de traje passeio completo durante as sessões. Já na Assembleia, não há nenhuma norma regimental que trate especificamente das roupas dos deputados estaduais.

“Jamais imaginei essa polêmica”

Nelcir Tessaro, Vereador do PTB

ZH – Por que o senhor decidiu especificar as roupas que podem ser usadas em plenário?

Tessaro – Jamais imaginei essa polêmica. As vereadoras não sabiam o que era traje passeio completo (determinado no regimento da Casa). Os homens usam os trajes obrigatórios e algumas mulheres não, como a vereadora Fernanda Melchionna e, às vezes, Sofia Cavedon. Ambas usam camisetas. Fernanda também usa tênis, o que não é permitido.

“É uma atitude machista”

Fernanda Melchionna, Vereadora do PSOL

ZH –Como a senhora avalia a proposta do vereador Tessaro?

Melchionna – É uma atitude machista por tentar cercear a vestimenta das mulheres e de imaginar que o espaço de representação da política só pode ser feito por aqueles que usam terno e gravata. Tem vereadores pensando em fazer uma emenda desobrigando os homens de usar gravata. No regimento não há cláusula que diga que não é possível usar calça jeans.

Qual é a roupa adequada de uma vereadora?

O que diz Roberta Gerhardt, personal stylist

“A primeira palavra que me vem é discrição. Ela precisa usar tailleur e terninho em tonalidades discretas. A roupa precisa vestir corretamente. O casaco tem de cobrir o bumbum. Nada de transparências, decotes e roupas que marquem o corpo. Nos pés, o ideal é um escarpim, com salto médio. Um outra dica: não exagerar nos acessórios. Calças jeans, tênis e camisetas são inviáveis em qualquer plenário do mundo.”

 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.