Versão mobile

Duas toneladas de obras de biblioteca são achadas em recicladora de lixo no Noroeste

Parte do material já foi destruído e caso é investigado pelo Ministério Público

Por: Zete Padilha
10/12/2009 - 20h32min
Duas toneladas de obras de biblioteca são achadas em recicladora de lixo no Noroeste  Jornal Visão Regional/
Parte do material que comprova a origem foi parar nas mãos de um colecionador Foto: Jornal Visão Regional  
Pelo menos duas toneladas de livros teriam sido descartadas em Ibirubá, no noroeste do Estado. O Ministério Público (MP) investiga como as obras foram parar em uma empresa recicladora. Parte do material já foi destruído.

Os livros foram descobertos durante uma fiscalização ambiental em uma empresa de reciclagem em Selbach, município vizinho a Ibirubá. O dono da empresa, que não quis se identificar, disse que a compra do material teria sido feita na biblioteca pública do município, que estaria vendendo livros velhos.

Confira a reportagem no site da RBS. 

Parte do material que comprova a origem foi parar nas mãos de um colecionador, que frequentemente visita a recicladora à procura de documentos antigos. Todos com identificação da biblioteca.

— Chegamos lá e tinha muitos livros. O proprietário disse que eu poderia levar. Perguntei qual era o preço e ele me disse que custava R$ 0,40 o quilo, então carregamos 380 quilos — afirma o colecionador.

Na casa do colecionador foram encontradas obras literárias, coleções científicas, enciclopédias e até um livro ponto, todos com carimbo da biblioteca. A secretária de educação de Ibirubá, Jussara Rodrigues, que também é responsável pelo acervo público, diz que não foi informada sobre o descarte:

— Vamos averiguar os fatos, a veracidade do caso e instaurar uma sindicância administrativa para que se apure como esse material foi parar na casa de um colecionador ou como ele foi encontrado.

A denúncia foi formalizada ao Ministério Público.

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.