Versão mobile

Pais estão mais preocupados em proteger os filhos do que em ser liberais

Pesquisa feita em quatro países revela dados sobre segurança e liberdade

23/08/2010 - 10h54min

Todo mundo achava que os brasileiros eram liberais, desencanados, principalmente quando o assunto era o cuidado com os filhos. Uma pesquisa feita em quatro países e encomendada pelo sabão em pó Omo, entretanto, provou o contrário.

No estudo, os pais brasileiros demonstraram-se mais receosos em dar liberdade aos filhos. Esse zelo a mais surge quando o assunto é oferecer a oportunidade de experimentar algo novo em atividades desafiadoras.

O maior medo está relacionado à segurança e aos riscos que os pequenos enfrentam longe de casa. Dos entrevistados, 82% alegam que a preocupação de as crianças se machucarem é um impedimento na hora de deixá-las experimentar coisas novas – na Argentina, França e Reino Unido esse número foi de 69%.

Em contrapartida, as crianças demonstraram nos testes que desejam novas experiências e brincadeiras fora de casa – 31% delas citaram “estar ao ar livre” e “viajar a terras distantes” como atividades que sonhavam em fazer. No Brasil, “viajar a lugares distantes”, como Disney World, e fazer coisas simples, como “ir à praia”, lideram as preferências. Atividades mais radicais, como, por exemplo, mountain bike, também são desejos populares entre as crianças brasileiras pesquisadas (24%).

De acordo com Jerome e Dorothy Singer, professores de Psicologia da Universidade de Yale e coordenadores do estudo, é fundamental que as crianças vivenciem experiências novas que envolvam um certo risco, desde que com supervisão e regras claras. Segundo os especialistas, o fato contribui para libertar os pais para que, também, libertem os seus filhos dos medos excessivos e hábitos sedentários.

– As crianças podem se sentir mais felizes quando expostas a novas atividades, porque encontram novidade, excitação e a chance de tentar, por elas mesmas, algo diferente das experiências que lhes foram dadas em casa – afirma Jerome.

Os dados são resultado de uma pesquisa com 800 crianças, de oito a 13 anos, acompanhadas dos pais, de quatro países. O estudo analisou os sentimentos que pais e filhos compartilham ao dar às crianças a oportunidade de experimentar algo completamente novo.

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.