Versão mobile

Medicamentos mais potentes serão usados para sacrificar baleia franca encalhada em Laguna

Animal resistiu à primeira tentativa de eutanásia feita por especialistas na sexta-feira

Por: Francine Cadore
12/09/2010 - 20h42min
Medicamentos mais potentes serão usados para sacrificar baleia franca encalhada em Laguna Marcelo Becker/
Baleia doente encalhada resiste a medicamentos para morrergaleria de fotos  

Compartilhar



Medicamentos mais potentes serão usados na segunda tentativa de pôr fim ao sofrimento da baleia franca que encalhou há seis dias na praia de Itapirubá, em Laguna, Litoral Sul de Santa Catarina. Doses mais altas e outras fórmulas serão utilizadas nesta que será a segunda tentativa de sacrifício.

A decisão foi tomada neste domingo, por médicos veterinários, biólogos e demais integrantes do grupo de especialistas que monitora as condições de saúde do cetáceo. Na sexta-feira, houve a primeira aplicação de sedativos e relaxamentos. Embora as doses tenham sido fortes, não foram suficientes para matar o animal.

Por três dias foram feitas tentativas de rebocar o animal de volta ao mar. Na quinta-feira, o laudo técnico da Marinha atestou que o resgate seria extremamente arriscado porque a operação poderia causar lesões irreversíveis na baleia. O local de encalhe associado às ondulações grandes fez com que o corpo fosse cada vez mais empurrado em direção à praia.

Na quinta-feira, o animal entrou em estado de choque. Desde sexta-feira, ele se mantém com baixa frequência respiratória e reflexo na pálpebra do olho direito. Amostras do borrifo e de sangue foram coletadas para a análise. Nesta segunda, novas coletas devem ser feitas antes da tentativa da eutánasia.

A diretora de pesquisa do projeto Baleia Franca, Karina Groch, explica que a estabilidade desses sinais vitais faz com que não se tenha uma estimativa sobre quantos dias a baleia ainda resistirá.

A espécie 

— A baleia franca tem hábitos costeiros e habilidade para se manter sem encalhar em locais de profundidades rasas; 
— Os casos de encalhe são raros se comparados a outras espécies, como a jubarte 
— A baleia franca tem espessa camada de gordura no corpo, o que garante fonte de energia e água durante a migração das áreas de alimentação (Polo Sul) para zonas de reprodução (Brasil) 
— É um mamífero com o organismo semelhante ao do homem, embora adaptado ao meio aquático 
— Respira por pulmões, ou seja, não depende do ambiente aquático como os peixes, por exemplo

Como ajudar em caso de encalhe 

— Entre em contato com as instituições responsáveis 
— Não tente devolver o animal para a água 
— Ajude a isolar a área mantendo pessoas e animais domésticos afastados 
— Coloque panos molhados sobre o corpo do animal e providencie sombra para evitar queimaduras solares. 
— Mantenha o animal molhado, sem jogar água no orifício respiratório 
— Obtenha fotografias do animal, possibilitando a identificação da espécie e documentação do caso. 
— Colabore com a sensibilização e a conscientização da comunidade

Proteja a sua saúde 

— Os animais encalhados podem transmitir doenças aos seres humanos
— Evite respirar o ar expirado pelas baleias
— Não se aproxime da cauda. São animais grandes em situação de debilidade física, que podem se tornar ariscos com a aproximação de outros indivíduos e causar ferimentos

Notícias Relacionadas

12/09/2010 | 14h41

Biólogos pensam em nova forma de sacrificar a baleia encalhada no Litoral Sul de Santa Catarina

Animal sobreviveu ao primeiro procedimento de eutanásia

12/09/2010 | 09h57

Continua viva a baleia franca encalhada há seis dias em Laguna, Litoral Sul de Santa Catarina

Biólogos analisam se tentam sacrificar novamente o animal neste domingo

11/09/2010 | 20h26

Especialistas coletam amostras do borrifo da baleia franca encalhada em praia no Litoral Sul de SC

Objetivo é descobrir se o mamífero tem doenças pulmonares

11/09/2010 | 17h14

Especialistas estudam coletar sangue da baleia encalhada no Litoral de Santa Catarina

Objetivo é analisar as condições de saúde do animal, que resiste na praia de Itapirubá

11/09/2010 | 11h29

Resistência de baleia encalhada no Litoral de SC a medicamentos surpreende especialistas

Equipes iniciaram processo para sacrificar cetáceo na noite de sexta, mas animal resiste

11/09/2010 | 09h18

Baleia encalhada no Litoral de Santa Catarina ainda agoniza

Especialistas iniciaram processo de sacrifício do animal na noite de sexta

10/09/2010 | 12h11

Baleia encalhada permanece em choque e deve morrer naturalmente em até dois dias

Carcaça do animal deve ser enterrado na região do encalhe

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.