Versão mobile

Conheça os problemas que mais causam desconforto aos pés no verão e saiba como fugir deles

Temperatura elevada potencializa o surgimento de problemas

04/01/2011 | 06h10
Conheça os problemas que mais causam desconforto aos pés no verão e saiba como fugir deles Stock Photos/ Divulgação/
Especialista da dica de como aproveitar a estação de bem com a saúde dos pés Foto: Stock Photos/ Divulgação

É no verão que, geralmente, os pés ficam mais expostos e são mais exigidos também. Segundo a gerente médica da MSD, empresa que representa a Dr. Scholl's no Brasil, especializada em produtos para o conforto dos pés, Lilian Harder, para evitar desconfortos e constrangimentos, no entanto, é preciso que se cuide bem da saúde deles, assim como nos preocupamos com o resto do corpo.

— O calor promove uma vasodilatação nos vasos das pernas e pés, o que facilita o aparecimento do inchaço nos membros inferiores, causando a dor e desconforto. Além disso, eles ficam mais expostos aos traumas e ferimentos, e qualquer lesão da pele constitui uma porta de entrada de bactérias que podem causar infecções que por sua vez aumentam o desconforto — explica ressaltando que no verão, o uso de calçados fechados e o suor nos pés favorece ainda o crescimento dos fungos causadores das micoses e coceiras.

— Portanto, é especialmente nessa época do ano que nossos pés merecem atenção especial, pois estão mais expostos. As recomendações são simples: mantê-los sempre secos e bem hidratados, usar protetores adesivos com sandálias ou calçados para não machucá-los, remover a pele seca e endurecida com lixa esfoliativa apropriada e ajudar a controlar a umidade excessiva e eliminar o odor com produtos específicos — afirma.

A especialista destaca ainda que caminhar é uma boa alternativa não só para a saúde dos pés como também para a saúde em geral.

— No entanto, temos que ter alguns cuidados especiais quando optamos por adotar a caminhada como parte da nossa rotina diária: usar sempre calçados apropriados, como tênis confortáveis, que não machuquem os pés. Para diminuir o impacto a cada passo e evitar o aparecimento do dores nos pés ou nas panturrilhas, o ideal é usar uma palmilha que ajude a absorver o impacto na região do calcanhar, que proporciona maior conforto — alerta Lilian.

:: Odores desagradáveis

A hiper-hidrose é caracterizada por uma grande quantidade de glândulas sudoríparas e, por consequência, produção exagerada de suor. Essas áreas úmidas tornam-se ambientes propícios para a proliferação bacteriana, responsável pelo odor desagradável. Outras situações como ansiedade e problemas de pele podem contribuir para aumento de odor.

A medida mais importante para prevenir o problema é manter os pés secos e limpos. Além disso, recomenda-se lavá-los com sabonetes antibacterianos, utilizar talcos e sprays para manter os pés secos, trocar regularmente as meias, usar palmilhas que podem ser lavadas, usar sandálias durante o verão e lavar e desinfetar os calçados com odor.

:: Dores no calcanhar

As dores surgem quando o ligamento que se estende do calcanhar até a região da planta dos pés (fascia plantar) inflama. Costuma ocorrer em pessoas com pés chatos, devido ao superestiramento da fascia plantar. Depósitos de cálcio nos ossos do calcanhar podem também levar à dor e à formação do esporão, um crescimento ósseo.

O principal sintoma é a dor na área do calcanhar, que costuma ser pior pela manhã ao colocar o pé no chão. Há uma certa melhora ao longo do dia, mas piora à noite. A dor pode dar uma sensação de queimação profunda, que pode ainda surgir ao realizar exercícios sem aquecimento prévio ou iniciar um movimento após um período de descanso.

O tratamento recomendado contempla a diminuição de atividades que produzam estresse sobre o calcanhar até a utilização de palmilhas e órteses, além do uso de anti-inflamatórios, sob orientação médica.

:: Bolhas

Para suavizar as bolhas, evitando o atrito dos pés com os calçados, a sugestão é optar por calçados mais flexíveis e frouxos, usar meias de algodão, colocadas com os pés secos, e por palmilhas que reduzam o atrito. Para aliviar o incômodo, deve-se realizar a limpeza do local, evitando a remoção da pele sobre a área lesada, e fazer um curativo.

:: Dor na sola do pé

A dor quase insuportável na sola do pé é chamada de metatarsalgia. A planta do pé é responsável por receber e distribuir o peso do corpo durante a caminhada. Quando o equilíbrio no funcionamento dessa região é rompido, surge a dor.

O tratamento adequado depende da causa, mas algumas sugestões podem aliviar o desconforto causado por essa condição: palmilhas que ajudam a absorver e distribuir o impacto de forma equilibrada e calçados e palmilhas que impedem o colapso do arco do pé. No caso de doença degenerativa e sistêmica, recomenda-se consultar o médico.

:: Pé de atleta

A queimação e a coceira entre os dedos dos pés, que podem ser sintomas do chamado "pé de atleta", causa grande desconforto. É uma lesão que ocorre geralmente entre o 4º e 5º dedos, mas, por ser de origem infecto-contagiosa, pode disseminar para todo o pé.

A grande causa é a transpiração dos pés. Ao juntar a umidade e o calor dentro de calçados fechados, cria-se o ambiente perfeito para o desenvolvimento de fungos do gênero Tinea, responsáveis pela doença, que pode provocar ainda lesões no formato de bolhas nas áreas comprometidas.

Para prevenir é essencial manter os pés sempre secos com o uso de talco e meias de algodão, secar muito bem os entre os dedos depois do banho e utilizar chinelos ao usar chuveiro ou piscina pública. Geralmente, o tratamento é feito com cremes e talcos antifúngicos.

:: Os pés e o exercício físico

Para diminuir o desconforto pelos exercícios, é importante utilizar um creme hidratante à base de uréia específico para os pés e não tirar o excesso de pele com lixa, para não dar oportunidade para a entrada de fungos e de inflamações.

Outra consequência é a unha encravada, um dos incômodos mais comuns encontrados nos pés dos atletas. Geralmente, ela encrava por conta de um corte incorreto e uso de tênis inadequados. A prevenção pode ser feita por meio do corte correto da unha, que não deve ficar rente à pele.

O uso de meia 100% algodão é fundamental para os esportistas. Como os pés suam muito durante o exercício, elas absorvem toda a umidade, prevenindo o aparecimento de micoses e frieiras.

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.