Versão mobile

Escolha correta: saiba os tipos de guarda-sol que protegem dos raios nocivos

Lona plástica é o tipo mais recomendável

17/01/2011 | 15h13
Escolha correta: saiba os tipos de guarda-sol que protegem dos raios nocivos Jefferson Botega/
Alguns modelos não filtram os raios UV, como o náilon, por exemplo Foto: Jefferson Botega

O guarda-sol nem sempre é uma preocupação na hora de arrumar as malas para ir à praia. Geralmente, usa-se qualquer um. Mas o tipo de guarda-sol faz toda a diferença na proteção das famílias, afirmam os especialistas no assunto.

Todos impedem que a luminosidade chegue até as pessoas. Já a radiação, nem sempre é bloqueada pelos tecidos.

Segundo a dermatologista e especialista pela sociedade brasileira de dermatologia Annia Cordeiro Lourenço, alguns modelos não filtram os raios UV, como o náilon, por exemplo.

— Prefira o algodão em tonalidades escuras ou os fabricados com tecidos especiais que bloqueiam os raios.

Lona plástica é o tipo mais recomendável

– Os níveis de proteção variam bastante dependendo do material que são fabricados os produtos – explica Milton Soar, diretor de uma empresa de Curitiba que fabrica e importa guarda-sóis.

Segundo ele, a lona plástica impede que todos os raios ultravioletas passem. Já o guarda-sol de poliéster combinado com a aplicação de silver, uma camada criada por empresas estrangeiras, aumenta o fator de proteção solar para 90%. A existência deste material pode ser facilmente percebida porque no lado de dentro há uma espécie de tecido prateado.Os demais materiais têm menos eficiência.

O dermatologista Luiz Carlos Garcia Joaquim ressalta que mesmo com o guarda-sol, as pessoas ainda são atingidas pelos raios, porque cerca de 15% da radiação é refletida pela areia ou pela água do mar.

 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.