Versão mobile

Problemas gastrointestinais têm relação com fatores emocionais

A síndrome do intestino irritável e a dispepsia funcional, popularmente conhecida como gastrite nervosa, são as enfermidades mais comuns causadas por fatores emocionais

23/06/2011 | 18h10

A relação existente entre fatores emocionais e o desenvolvimento de doenças gastrointestinais é bem marcante, de acordo com o médico gastroenterologista Júlio Carlos Pereira Lima. A síndrome do intestino irritável e a dispepsia funcional, popularmente conhecida como gastrite nervosa, são as enfermidades mais comuns causadas por estresse, ansiedade ou nervosismo.

O diagnóstico, nestes casos,  é baseado nos sintomas e na ausência de alterações nos exames clínicos e laboratoriais.

— É preciso analisar o comportamento dos sintomas. No caso da dor, por exemplo, há diferença quando ela tem origem orgânica (é causada por uma enfermidade normal) e quando ela é emocional — explica o médico.

A dor orgânica atrapalha muito mais a vida do paciente, que não consegue comer e perde peso. Já no caso de dores emocionais, a pessoa acredita que a dor está lhe atrapalhando muito, porém, ela consegue dormir bem, comer e trabalhar.

As doenças gastrointestinais provocadas pelo lado emocional são de difícil prevenção, pois, segundo Lima, o seu desenvolvimento depende da atitude da pessoa diante da vida: quem encara pequenas coisas com estresse acaba criando algo maior e não aceita ter que conviver com o problema.

— Para melhorar os sintomas, o tratamento normalmente é feito com medicamentos que regulam a movimentação do aparelho digestivo — diz.

Síndrome do intestino irritável

Pode causar constipação ou diarreia de uma maneira crônica. Além disso, o paciente sente-se estufado e fica com a barriga inchada.

Dispepsia funcional

Popularmente chamada de gastrite nervosa, provoca dor de estômago, sensação de estufamento, desconforto e náuseas.

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.