Versão mobile

Dietas desequilibradas resultam em efeitos indesejados no corpo

Estrias são um dos principais problemas de quem emagrece rapidamente. Saiba como evitar

17/10/2011 - 06h30min
Dietas desequilibradas resultam em efeitos indesejados no corpo Jefferson Botega/Agencia RBS
Famoso “efeito sanfona” só pode ser evitado com uma dieta balanceada Foto: Jefferson Botega / Agencia RBS  

A busca pelo corpo perfeito é quase uma obsessão e fascina mulheres de todas as idades. Porém, as constantes variações de peso podem trazer problemas para a pele e para o organismo como um todo. Um dos principais problemas de quem engorda e emagrece rapidamente são as estrias, que ocorrem devido ao estiramento da pele, provocado pelo excesso de peso.

— Estrias, apesar de muito comuns entre as mulheres, mesmo entre aquelas que estão no peso ideal, não são fáceis de tratar. Requerem cuidados como o uso de cremes hidratantes que contêm ácidos, sendo o mais eficaz o ácido retinoico. Porém, os que mais trazem resultados satisfatórios são os tratamentos à base se laser — explica a dermatologista Juliana Lucas deAndrade.

Além das estrias, a celulite também causa desconforto para quem está acima do peso. Alimentação balanceada, boa ingestão diária de água, atividade física regular drenagem linfática, entre outros hábitos saudáveis, são cuidados fundamentais para combatê-la. O famoso “efeito sanfona” só pode ser evitado com uma dieta balanceada, que inclua todos os nutrientes de que o organismo precisa. Pele, unhas e cabelos são os primeiros a avisar quando algo não vai bem.

Como evitar

Evitar estrias, celulite e a temida flacidez não é fácil, mas possível. Dietas que eliminam um grupo alimentar podem levar à carência nutricional, ocasionando deficiências de vitaminas e minerais. Um bom exemplo é a famosa dieta da proteína, na qual os carboidratos são eliminados. Sem eles, o corpo perde sua principal fonte de energia, o que pode levar à redução de massa muscular. A pessoa pode até emagrecer,mas a flacidez da pele pode piorar, como explica o  endocrinologista Filippo Pedrinola. A dieta ideal, segundo ele, é aquela em que se propõe uma reeducação alimentar e na qual se perde, por exemplo, entre meio quilo e um quilo por semana.

A alimentação deve ser rica em proteínas, vitamina C e água para estimular a produção de colágeno. Evite o consumo de alimentos industrializados, gordurosos, açucarados e carboidratos com alto índice glicêmico. Consuma alimentos integrais, frutas, verduras e legumes — ricos em fibras, vitaminas e minerais.

Evite alimentos enlatados, que contêm muitos conservantes e alto teor de sódio. Estas substâncias propiciam a retenção de líquidos, que podem aumentar o problema da celulite. A lactose (açúcar do leite) também pode exercer esse papel, devendo ser consumida com moderação. Prefira iogurtes e queijos que tenham teor de lactose diminuído. Também é importante reduzir as gorduras, pois elas contribuem para o aumento de células do tecido adiposo, extremamente relacionado com o surgimento da celulite.

Exercícios aeróbicos, como a corrida, aliada à musculação, são perfeitos para acelera o  metabolismo. Faça no mínimo uma hora de exercícios combinados três vezes por semana.

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.