Versão mobile

Incêndio na Antártica

"Era um dia especial", diz gaúcho que descobriu incêndio na estação brasileira na Antártica

Grupo estava cansado após longo dia de trabalho e aproveitava a noite em um jantar coletivo

26/02/2012 | 11h29
"Era um dia especial", diz gaúcho que descobriu incêndio na estação brasileira na Antártica Armada de Chile/Divulgação
Fogo provocou duas mortes, destruiu dados e equipamentos Foto: Armada de Chile / Divulgação
Depois de um longo dia de trabalho, o grupo de brasileiros que estava na Estação Comandante Ferraz, na Antártica, queria descansar e relaxar um pouco na noite de sexta-feira. Os três pesquisadores gaúchos da Unisinos, liderados pelo biólogo Cesar Rodrigo dos Santos, tinham passado o dia coletando sangue de 30 pinguins, material que já estava armazenado em um freezer. Enquanto aproveitavam peixes fritos, pescados e preparados por alguns colegas, a equipe comemorava as realizações do dia e o aniversário de um dos membros.

— Era um dia especial — contou Santos.

Foi quando houve uma queda de luz, por volta da 1h (2h de sábado pelo horário de Brasília). Santos e um físico gaúcho que pesquisa ondas eletromagnéticas aproveitaram para observar estrelas. Ao saírem da estação, viram o incêndio na casa de máquinas:

— A gente viu um clarão e voltou correndo e anunciando o incêndio, mas na hora que a gente viu, o fogo já estava alto.

A equipe de combate a incêndio partiu, então, para colocar as roupas especiais e iniciar o combate às chamas. A preocupação maior era evitar que o fogo se alastrasse e atingisse os tanques de óleo, usados no gerador de energia, pois isso poderia causar uma explosão.

Enquanto começava o combate ao incêndio pelo grupo base, os pesquisadores acordaram a parte do grupo que já estava dormindo. Todos foram para um laboratório de química utilizado como refúgio fora da estação. Nesse momento, algumas pessoas conseguiram telefonar para suas casas e comunicar que passavam bem. Ainda que muito assustados e sabendo da perda de dados de seus projetos, os pesquisadores estavam felizes por não terem perdido ninguém. Foi quando veio a informação da morte do suboficial Carlos Alberto Vieira Figueiredo e do primeiro-sargento Roberto Lopes dos Santos.

Notícias Relacionadas

Resgate dos brasileiros 26/02/2012 | 03h57

Avião da FAB que transportará sobreviventes pousa em Punta Arenas

Aeronave fez escala em Pelotas e chegou no Chile por volta das 3h do domingo

Fogo na Antártica 25/02/2012 | 15h44

Ministério da Defesa nega que base tenha sido destruída

Segundo relatos de pesquisadora, houve perda total na exposição

Incêndio em estação 25/02/2012 | 15h08

Perda na Antártica foi total, diz pesquisadora

"Soube que houve uma explosão enquanto todos estavam dormindo", conta Yocie Valentin

Escala no Estado 25/02/2012 | 15h05

Furg ajuda no socorro a brasileiros na Antártica

Kits com roupas e equipamentos serão enviados para a equipe de resgate

Sem contato 25/02/2012 | 13h34

Pesquisadores gaúchos: equipe na Antártica está isolada

"Não conseguimos nenhum contato com a estação", afirma o cientista afirma Jefferson Simões

Fogo em base da Marinha 25/02/2012 | 11h36

Incêndio em estação brasileira na Antártica deixa militar ferido e dois desaparecidos

Chamas começaram na praça de máquinas da estação por volta de 2h

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.