Versão mobile

Conflito

Autoridades militares israelenses cogitam ataque para anular arsenal químico sírio

Israel teme que armamento do país vizinho caia nas mãos de grupos extremistas

22/07/2012 | 07h10

Um alto funcionário das forças armadas israelenses afirmou que a Síria continua possuindo armas químicas, enquanto as autoridades militares de Tel-Aviv consideram a possibilidade de ataque para neutralizar os arsenais sírios.

Neste domingo, Amos Gilad, do ministério da Defesa de Israel, afirmou que o seu governo teme que parte do arsenal químico do país vizinho caia nas mãos de extremistas libaneses e milicianos ligados à rede terrorista Al Qaeda.

No final de semana, o ministro da Defesa israelense, Ehud Barak, já havia dito a uma emissora de TV que ordenou às forças armadas que se preparem para considerar a possibilidade de ataque à Síria.

Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.