Versão mobile

ZH Investiga

Arquivos secretos do coronel do DOI-Codi: leia todas as matérias

Material que estava no acervo de militar morto em Porto Alegre revelou segredos dos porões da ditadura e mudou a História

20/11/2013 - 19h02min

Em 1º de novembro de 2012, o coronel da reserva do Exército Julio Miguel Molinas Dias, foi morto em uma tentativa de assalto em Porto Alegre. Desde o anúncio do crime e da revelação que Molinas havia sido chefe do DOI-CODI, no Rio de Janeiro, nos anos 1980, Zero Hora acompanhou de perto todos os passos da investigação.

Pela importância do posto que Molinas ocupou, era natural suspeitar que o oficial pudesse guardar segredos relevantes do período em que comandou o temido aparelho repressor carioca durante o regime militar. E ZH se manteve atenta a todos os detalhes do caso até descobrir que, de fato, documentos sigilosos foram apreendidos. O jornal teve acesso com exclusividade aos arquivos secretos e, os publicou em uma série de reportagens entre 22 e 25 de novembro. A primeira revelação foi apresentar o documento original da entrada de Rubens Paiva no DOI-CODI do Rio. Uma folha de ofício datilografada, amarelada pelo tempo, comprovava de forma inequívoca, o que os militares jamais admitiram ao longo de 41 anos. Paiva deu entrada no DOI-CODI, onde desapareceu para sempre em 1971.

A segunda revelação foi o conteúdo de um diário do coronel Molinas, no qual ele narra em detalhes, como dias e horários, as manobras para encobrir um dos maiores escândalos protagonizados pelos militares e que abalou a ditadura: o atentado a bomba no Riocentro, durante show musical para comemorar o Dia do Trabalhador, e protestar contra a ditadura, em 1981.

A revelação dos documentos por ZH ganhou destaque nacional, com textos reproduzidos por outros jornais, como O Globo, contribuindo para restabelecer a verdade, tanto no caso Rubens Paiva quanto no caso Riocentro.

Leia todas as matérias:

> Arquivos comprovam prisão do deputado Rubens Paiva

> Integrante da Comissão da Verdade fala da importância histórica do achado

> Caso Rubens Paiva deve chegar à Justiça Federal

> O que está por trás da história de Rubens Paiva

> Documentos revelam como Exército tentou encobrir Caso Riocentro

> Coronel tinha cartilha com orientações de espionagem

> Caso Riocentro: veja anotações dos arquivos do coronel

> Arquivos serão entregues à Comissão da Verdade

> Tarso Genro entrega documentos à Comissão da Verdade

> Baú do Coronel: documentos secretos são revelados

Notícias Relacionadas

Esperança para a família 22/11/2012 | 06h04

"É como se o meu pai se materializasse", diz filha de Rubens Paiva sobre os papéis que comprovam a prisão do político

Documentos do DOI-Codi do Rio foram encontrados em Porto Alegre

Segredos militares 12/11/2012 | 22h13

Comissão da Verdade monitora morte de coronel que foi chefe do DOI-Codi

Arquivos com dados sobre o funcionamento dos serviços de contraespionagem da ditadura foram encontrados na residência do militar

Morte de militar 09/11/2012 | 17h11

Exército recolheu 20 armas que coronel assassinado na Capital mantinha em casa

Ex-comandante do DOI-Codi, Julio Miguel Molinas Dias, seria colecionador

Violência urbana 01/11/2012 | 23h36

Coronel é morto a tiros no bairro Chácara das Pedras, na Capital

Júlio Miguel Molinas Dias, 78 anos, foi encontrado ao lado do carro em frente à própria residência

 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.