Versão mobile

Bom desempenho

Em clássico de estreantes, Beto Campos e Roger Machado querem gravar seus nomes na história do Ca-Ju

Confronto inicia às 19h30min no Estádio Centenário

26/02/2014 | 06h21
Em clássico de estreantes, Beto Campos e Roger Machado querem gravar seus nomes na história do Ca-Ju Montagem com fotos de Jonas Ramos/especial e Diogo Sallaberry/Agência RBS/clicRBS
Roger (E) e Beto buscam estreia vitoriosa no clássico Foto: Montagem com fotos de Jonas Ramos/especial e Diogo Sallaberry/Agência RBS / clicRBS
Será um clássico de estreantes. Grande parte dos jogadores que entrarão em campo para o Ca-Ju 273 viverão na noite desta quarta-feira uma experiência inédita. Casos do goleiro Douglas, do zagueiro Tiago, do volante Baiano e do centroavante Lucão, do Caxias. E dos laterais Juliano e Julinho, do volante Leandro Melo e do atacante Douglas, no Ju.

O mesmo vale para os dois técnicos que estarão à beira do gramado. Com menos de uma semana de trabalho, Beto Campos e Roger Machado têm pela frente um grande desafio. Depois de iniciarem suas caminhadas por Caxias e Juventude, respectivamente, com vitórias, buscam no jogo diante do maior rival a consolidação das suas equipes no Estadual.

— Clássico a gente sempre comenta que não tem favorito, independentemente de onde é. Tanto eu como o Roger tivemos pouco tempo para trabalhar, mas a certeza é que teremos um duelo fortíssimo — aposta Beto.

— Vencer na estreia foi muito bom, mas clássico é bem diferente. A vitória seria um grande presente e vou com muita confiança, mesmo sabendo que jogos como esse são marcados por um equilíbrio muito grande e não existe facilidade. Do outro lado há um adversário que tem um bom time e que também tem suas ambições na competição – avalia Roger.

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.