Versão mobile

Futebol

Com gol contra e sem jogadores importantes, Juventude é derrotado por 2 a 0 pelo Brasil-Pe

Garotada de Roger Machado não foi páreo para o time de Rogério Zimmerman

06/03/2014 | 20h53
Com gol contra e sem jogadores importantes, Juventude é derrotado por 2 a 0 pelo Brasil-Pe Ítalo Santos/Divulgação
O jogo valeu pela 12ª rodada do Gauchão Foto: Ítalo Santos / Divulgação

Com quatro desfalques importantes, o Juventude não resistiu à força do Brasil de Pelotas no Estádio Bento Freitas. Os donos da casa fizeram 2 a 0, deixando o time de Roger Machado ainda mais distante da classificação para a segunda fase do Gauchão.

O primeiro tempo até foi animador. O rejuvenescido time alviverde teve as melhores chances. Aos 16 minutos, Brenner se livrou de dois marcadores em um curto espaço do campo e viu bem a entrada de Yann no meio da área. O passe saiu com precisão, mas a finalização não. Yann bateu fraco e para fora, desperdiçando a oportunidade clara de abrir o placar. Aos 42, após uma improvável arrancada do volante Leandro Melo saindo do campo de defesa e tabelando com Brenner, o volante deixou a bola para Juliano, que chutou firme, da entrada da área. A bola passou rente à trave direita de Luiz Müller.

Do lado xavante, a única jogada de perigo na primeira etapa foi aos 19, quando Alex Amado aproveitou bate e rebata na área em cobrança de escanteio e, mesmo caído, bateu para o gol. A zaga afastou em cima da linha.

No segundo tempo, o Juventude não conseguiu repetir a imposição física do primeiro e permitiu ao Brasil ser mais presente no campo de ataque. Porém, mesmo com maior volume de jogo, as chances de gol eram impedidas pela boa marcação alviverde. Até que, aos 17, em um lance bizarro, mas de pura sorte do time da casa, o volante Leandro Melo tentou cortar de carrinho um lançamento de Cleiton para Túlio Souza e mandou a bola contra a própria rede, de fora da área. 1 a 0.

O Juventude tentou se reorganizar na partida, mas sentiu o gol tomado e não conseguiu criar mais nada de produtivo. Roger tentou colocar o time para cima, tirando Leandor Melo e colocando o atacante Leandro Franco, Porém, um minuto depois, um novo castigo. O bom centroavante Nena aproveitou cruzamento de Rafael Forster e cabeceou firme. A bola bateu nas duas traves antes de entrar.

Aos 30, após falta de Fernando Cardoso em Ermel, Mika deu o primeiro chute a gol do Juventude no segundo tempo, mas nas mãos do goleiro xavante. Aos 34, Alex Amado quase transformou o placar em goleada, girando sobre a marcação na grande área e batendo por cima do gol de Fernando, com perigo. Aos 37, novamente Amado chegou bem, fazendo jogada individual pela linha de fundo e batendo no canto esquerdo. Fernando pegou firme.

A partir dos 40 minutos, os donos da casa diminuíram o ritmo e até deixaram o Juventude ficar com a bola. Porém, sem ânimo e fôlego para buscar o empate, o time de Roger não conseguiu mais do que trocar passes à espera do apito final.

No domingo, o Juventude volta a campo contra o Esportivo, às 18h30min, no Alfredo Jaconi.

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.