Versão mobile

Vaga mais perto

Juventude vence o Lajeadense por 2 a 1 e volta ao G-4 do Grupo A do Gauchão

Garotada alviverde teve boa atuação em jogo truncado e equilibrado até os minutos finais

12/03/2014 | 21h19
Juventude vence o Lajeadense por 2 a 1 e volta ao G-4 do Grupo A do Gauchão Gabriel Lain/Especial
Times se enfrentaram em Caxias do Sul Foto: Gabriel Lain / Especial

Foi mais um duelo complicado, como se imaginava. E, de novo, o Juventude venceu. No confronto direito contra o Lajeadense, fez 2 a 1 na noite desta quarta-feira, no Jaconi. Oliveira, contra, e Douglas marcaram para a equipe alviverde e Cléverson descontou.

GALERIA DE FOTOS: confira imagens da partida

Confira todos os lances da partida


Com o resultado, o Ju depende apenas de si na última rodada para conseguir a classificação. Uma vitória sobre o Aimoré, domingo, às 16h, em São Leopoldo, carimba o passaporte, independente de outros resultados.

Nesta quarta-feira, o jogo no Jaconi foi de poucas emoções na primeira etapa. Para o Lajeadense, o empate era um bom resultado. E pela forma como entrou em campo, o time de Lajeado parecia primeiro querer parar o Juventude para depois jogar. Com muitas faltas e uma marcação cerrada no meia Yann, os visitantes conseguiam diminuir o ímpeto alviverde.

A equipe de Roger, repleta de garotos oriundos das categorias de base, se movimentava muito, mas sentia a falta de um meio-campo mais eficiente na armação. Por isso, as principais jogadas eram de bola parada. E a sequência de faltas do Lajeadense foi punida com a efetividade do Ju.

O gol quase saiu aos 22, quando Yann cobrou escanteio, Diogo desviou e Rafael Pereira errou na pequena área. Dois minutos depois, Julinho cobrou falta da intermediária e por pouco não encobriu Eduardo Martini.

As faltas se repetiam. E na mais violenta delas, de Cléverson em Juliano, veio o gol. O próprio lateral cobrou, Diogo tentou desviar, mas foi o zagueiro Oliveira quem mandou contra a própria meta: 1 a 0.

Com a vantagem, o Ju assumiu o controle das ações. E só não ampliou porque Martini se esticou todo para defender o belo chute de Vacaria da intermediária.
Na segunda etapa, o time voltou melhor, especialmente o setor ofensivo. Com isso, criou várias oportunidades logo no início. E o gol veio naturalmente, em uma bela jogada. Zulu escorou a bola no meio-campo e deixou para Leandro Melo. O volante fez bom passe para Yann e o camisa 10 deixou Douglas na cara do goleiro. O chute cruzado matou Martini.

Com o segundo gol, o Lajeadense avançou a marcação e cedeu mais espaços. O Ju chegou a criar boas chances, com Douglas e Zulu, mas pecou nas finalizações. Os visitantes ganharam força e começaram a levar perigo. Aos 30, a zaga alviverde vacilou e Cléverson descontou em chute cruzado.

O Juventude poderia ter feito o terceiro, caso Douglas tivesse aproveitado mais um passe açucarado de Yann. O atacante, cansado, finalizou para fora. Nos minutos finais, o Lajeadense pressionou e teve uma boa chance na finalização de Gustavo, que parou em grande defesa de Fernando.

O 2 a 1 trouxe a festa ao Jaconi, além da certeza de que a classificação ficou mais próxima.

 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.