Versão mobile

Aos 75 anos

Morre Rubens Ignacio Vicencia, um dos goleiros mais folclóricos do Estado

Rubens Ignacio Vicencia foi ídolo do extinto Metropol nas décadas de 1950 e 1960

14/03/2014 | 10h42
Morre Rubens Ignacio Vicencia, um dos goleiros mais folclóricos do Estado Maurício Vieira/Agencia RBS
Rubão foi um dos maiores goleiros da história do futebol de Santa Catarina. Foto: Maurício Vieira / Agencia RBS

Faleceu na manhã desta sexta-feira, aos 75 anos, um dos maiores goleiros da história do futebol catarinense. Rubens Ignacio Vicencia, o Rubão, foi ídolo do Metropol nas décadas de 1950 e 1960 e teve passagens importantes por Avaí, Marcílio Dias (onde encerrou a carreira em 1976), Atlético Operário,  Flamengo de Caxias do Sul, Grêmio e Atlético Paranaense.

Rubão passou por vários times em SC, como Metropol e Avaí.

Goleiro de personalidade e agilidade, Rubão foi campeão estadual em Santa Catarina sete vezes: cinco pelo Metropol (1960, 1961, 1962, 1967 e 1969) e duas pelo Avaí (1972 e 1975). É até hoje um dos atletas mais vencedores do Estado. Com a camisa do Metropol, sagrou-se ainda campeão Sul Brasileiro em 1964 1 1968.

Rubão ainda é dono de outra marca importante: foi o primeiro goleiro catarinense a marcar um gol de pênalti – ele fez oito gols em cobranças de penalidade com a camisa do Leão entre 1972 e 1977.

 
Ano passado ele foi flagrado em campo ao lado de Fernando Linhares.

Rubão já vinha sofrendo com inúmeros problemas de saúde. Ele deixou quatro filhos.

 


*Com informações da Rádio Difusora AM 910, de Criciúma

 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.