Versão mobile

Tempo

Municípios da Serra gaúcha têm previsão de geada para o fim de semana

Fenômeno deve ocorrer na manhã de domingo. Temperaturas chegarão a 2°C, segundo meteorologistas

21/03/2014 | 17h01
Municípios da Serra gaúcha têm previsão de geada para o fim de semana Roni Rigon/Agencia RBS
Previsão é de frio sobretudo para o domingo de manhã, em municípios da região Foto: Roni Rigon / Agencia RBS

O primeiro fim de semana de outono será de frio na serra gaúcha. Há previsão de geada, na manhã de domingo, nos municípios mais altos, como Bom Jesus, Cambará do Sul, São José dos Ausentes e Vacaria.

Segundo a empresa de meteorologia Climatempo, as simulações atmosféricas preveem temperaturas bem baixas, sobretudo na madrugada de sábado para domingo. A temperatura mínima, segundo previsão da Central RBS de Meteorologia, será de 2°C em Bom Jesus, São José dos Ausentes e Vacaria. Cambará tem mínima prevista de 4°C. Em Caxias, no mesmo período, os termômetros devem descer até 6°C.

A Climatempo explica que nova frente fria avança rapidamente pelo Litoral da Região Sul do Brasil, o que traz uma massa de ar polar moderada. O que aumenta a chance de o frio ser mais intenso é que a previsão feita pelos computadores indica que o centro da massa polar, parte mais fria do sistema, deve ter uma trajetória pelo interior do continente. Quando isto acontece, ainda segundo a Climatempo, o ar polar não recebe a influência do ar marítimo e mantém suas características originais por mais tempo. Uma massa polar continental tem maior poder de frio.

Se as previsões se confirmarem, o ar polar começa a esfriar o Sul já na madrugada do sábado, mas o resfriamento será maior no domingo.

Conforme o meteorologista do Grupo RBS Leandro Puchalski, a ocorrência de geada no mês de março não é nada fora do normal para o clima do Sul do Brasil, principalmente no outono.

— Já tivemos registro de geada no verão, claro que bem isolado. A partir do momento que temos o outono, começa a maior frequência de ar seco forte. Não chega ser o mesmo ar frio do inverno, porque nesta época do ano o resfriamento fica muito restrito ao período da noite. Quando é intenso, ele traz noite com céu aberto e sem vento. Com poucas nuvens, temos grande perda de radiação, ou seja, o aquecimento do dia anterior sobe, o ar quente é mais leve, para níveis altos da atmosfera, o que permite que um ar frio, mais pesado, tome o lugar próximo da superfície. Dependendo da intensidade, temos a geada — explica Puchalski.

O meteorologista acrescenta que a ocorrência não é frequente, se for analisado o contexto histórico.

— Não temos um grande histórico de geada em março, mas, com certeza, já tivemos outros anos com esta condição, principalmente quando o outono é influenciado por La Niña, o que deixa esta estação mais fria. Só lembro que não é o caso de La Niña neste ano que deverá ter um outono sem influência de fenômenos climáticos — acrescenta o profissional.

 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.