Versão mobile

Polêmcia expulsão

Presidente do parlamento venezuelano decide que deputada perdeu o cargo

Diosdado Cabello entende que ela atuou como "funcionária do governo panamenho" ao ir a sessão da OEA

24/03/2014 | 14h57

O presidente da Assembleia Nacional venezuelana, Diosdado Cabello, informou nesta segunda-feira que a opositora María Corina Machado deixou de ser deputada por perder sua posse após intervir como "funcionária do governo do Panamá" na Organização dos Estados Americanos (OEA), na sexta-feira.

"Segundo suas atuações e ações, a senhora Machado deixou de ser deputada. Estamos dando instruções para que a partir deste momento a senhora Machado não volte a entrar como deputada pelo menos neste período", afirmou Cabello, número dois do chavismo.

 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.