Versão mobile

Descongelado

Vírus gigante de 30 mil anos volta a se tornar contagioso

Cientistas encontraram o organismo enterrado em camada gelada profunda da Sibéria

04/03/2014 | 11h59
Vírus gigante de 30 mil anos volta a se tornar contagioso CNRS-AMU/Divulgação
Vírus não representa risco de contágio para humanos ou animais Foto: CNRS-AMU / Divulgação

Cientistas da Universidade de Aix-Marseille, na França, descobriram um vírus que estava adormecido há 30 mil anos e teria ''ganhado vida'' novamente. Segundo o portal Terra, ele foi encontrado na Sibéria, em uma camada profunda de permafrost, o solo encontrado na região do Ártico formado por terra, gelo e rochas permanentemente congelados. Após ter sido descongelado, o vírus voltou a se tornar contagioso.

Segundo os pesquisadores não há risco de o contágio representar algum perigo para humanos ou animais, mas alertaram para o possível risco para humanos de outros vírus infecciosos que podem ser liberados com o eventual descongelamento do permafrost. O estudo foi divulgado na publicação especializada Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS).

O vírus estava enterrado a trinta metros do solo congelado. Chamado Pithovirus sibericum, ele pertence a uma categoria de vírus descoberta há dez anos. Os pesquisadores dizem que essa região está ameaçada. Desde a década de 70, o permafrost vem perdendo sua espessura e projeções de mudanças climáticas sugerem que ele irá recuar ainda mais.

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.