Versão mobile

Opinião

Luiz Zini Pires: Grêmio termina pior abril da sua vida

Por: Luiz Zini Pires
01/05/2014 - 01h18min | Atualizada em 01/05/2014 - 11h54min

O abril gremista de 2014 começou a desmoronar nos dois Gre-Nais do Gauchão: o time sofreu seis gols e perdeu outro Gauchão. Caiu de vez na noite chuvosa do dia 30, quando foi despachado da Copa Libertadores da América pelo San Lorenzo nos pênaltis. O futuro é o Brasileirão e a Copa do Brasil, mas o horizonte exibe chuvas, nuvens, relâmpagos e trovoadas. O ano começou atravessado.

LEIA MAIS NO BLOG DO ZINI

Em campo, o time foi o espelho da falta de qualidade de alguns jogadores e da limitação de um técnico. Enderson Moreira carregou os erros de uma partida para outra. Escalou bem, nesta quarta-feira, mas mudou mal e atrasado.

O treinador começará a sofrer a violenta pressão do torcedor que, indignado, deseja mudanças. A direção vai ser igualmente contestada, como os jogadores. Nas crises, não adianta pedir só a cabeça do técnico. Os responsáveis estão em todos os setores.

O Grêmio correu muito, correu errado, marcou um gol no final da partida, perdeu a classificação nos pênaltis. Barcos e Maxi Rodríguez erraram as cobranças. Mas a marca da cal só foi decisiva porque o time mostrou-se incompetente com a bola nos pés. O time pegou outra vez, mas, de novo, não conseguiu mostrar um futebol competitivo. Quando teve chance de gol, nos dois tempos, falhou, errou as conclusões. O travessão ajudou a garantir os argentinos.

O time argentino pode ser avaliado como médio. Perdeu gols em contra-ataques. O Grêmio se parece com os visitantes. Perdeu gols por falta de habilidade. Os dois times se equivalem. Os pênaltis decidiram quem continuaria.

O Grêmio não encontrou um grande adversário, mas um time normal, sem grande brilho. Perdeu muito pelos seus erros.

Não faltou vontade, o problema é o futebol. Sem bom futebol, ninguém anda, se aproxima das taças.

O Grêmio continua igual, uma derrota atrás da outra.

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.