Versão mobile

Política

Rosane de Oliveira: por que o PMDB isolou o Rigotto

Partido indicou Beto Albuquerque no lugar do ex-governador para vaga no Senado

19/05/2014 | 04h21

Sim, é verdade que o PMDB entregou a vaga de candidato ao Senado para Beto Albuquerque (PSB) com o objetivo de ampliar a aliança em torno de seu candidato ao Palácio Piratini, José Ivo Sartori. Mas esta não é toda a verdade. O PMDB rifou o ex-governador Germano Rigotto por um conjunto de razões a menos importante de todas é o fato de ter dois caxienses na chapa.

Rigotto irritou os caciques do PMDB quando divulgou uma nota se retirando da disputa depois de ler em ZH que sete líderes do PMDB, reunidos na Churrascaria Barranco, haviam decidido pela candidatura de Pedro Simon à reeleição. Na nota, Rigotto dizia que tinha colocado seu nome à disposição do PMDB quando, em 2013, Simon anunciou que não seria candidato. E reafirmava o discurso de que Simon tinha preferência.

O que mais pesou foram os problemas do passado e a desconfiança de que Rigotto não se empenharia por Eduardo Campos, embora tenha sido um dos primeiros a sugerir o apoio do PMDB ao ex-governador de Pernambuco. Os socialistas e os companheiros de partido temiam que, por integrar o Conselhão, ele não atacasse o governo Dilma com a veemência que Campos deseja do candidato ao Senado. Também jogou contra Rigotto o que seria um dos seus trunfos na disputa: a simpatia explícita de líderes do PT, que viam nele o único candidato capaz de derrotar Lasier. Emissários do PT chegaram a enviar recados dizendo que ele não só seria poupado de críticas na campanha, como teria os votos dos que não suportam Lasier, mas não se empolgam com Emília Fernandes (PC do B).

O temor dos companheiros que não queriam Rigotto era de que, precisando dos votos dos petistas, ele também não criticasse o governo Tarso Genro, prejudicando Sartori. A essa preocupação somam-se reclamações de que na eleição de 2010 ele não teria se empenhado por José Fogaça e de que teria perdido a eleição por não aceitar Ibsen Pinheiro como segundo candidato do PMDB ao Senado.

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.