Versão mobile

Brasileirão 2014

A cada três pontos, Grêmio ganha dois sob o comando de Enderson

Técnico tricolor tenta turbinar um ataque que ainda patina no Brasileirão

23/07/2014 | 08h13
A cada três pontos, Grêmio ganha dois sob o comando de Enderson Fernando Gomes/Agencia RBS
Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS

Na vitória por 1 a 0 sobre o Figueirense, Enderson Moreira completou o 35º como técnico do Grêmio. Depois de arrancada excelente, o time oscilou e acabou goleado pelo Inter na segunda partida da final do Gauchão e eliminado pelo San Lorenzo-Arg, nas oitavas da Libertadores. Na Arena, houve apenas uma derrota, no primeiro clássico da final. Com quase 64% de aproveitamento (19 vitórias, dez empates e seis derrotas), Enderson ganhou os reforços de Giuliano e Fernandinho para turbinar um ataque que ainda patina no Brasileirão - apenas oitos gols em 11 jogos.

Enderson tem em Barcos o principal jogador do sistema ofensivo. É o artilheiro do time (17 gols) e o responsável por mais assistências para gols (quatro). Números vitaminados pela boa produção no Gauchão.

Radiografia dos jogos

O goleador

Barcos é o artilheiro do ano, com 17 gols marcados. Dudu, com cinco, é o segundo colocado.

O garçom

Barcos é o líder em assistências, com quatro. Ramiro, Luan, Zé Roberto, Dudu e Alán Ruiz estão com três.

Pirata é o cara...

Contestado pela torcida, Barcos participou de 21 (17 gols e quatro assistências) dos 49 gols da temporada.

O mais amarelado

Edinho que recebeu 11 cartões.

Único vermelho

Só um jogador foi expulso com Enderson no comando: o zagueiro Bressan, contra o Atlético-MG.

Os mais usados

Pará e Barcos, com 31 jogos, foram os mais assíduos na Era Enderson.

Sopa de números

O 4-2-3-1 é o esquema base do time, com variações para o 4-1-4-1 e o 4-3-3.

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.