Versão mobile

Após reunião

Motoristas retomam serviço das linhas T3 e T4, em Porto Alegre

Paralisação foi realizada para chamar a atenção para assaltos a ônibus

Atualizada em 23/07/2014 | 19h3223/07/2014 | 17h25
Motoristas retomam serviço das linhas T3 e T4, em Porto Alegre Ricardo Duarte/Agencia RBS
Funcionários da empresa decidiram retomar serviço após assembleia, na tarde desta quarta-feira Foto: Ricardo Duarte / Agencia RBS
As duas linhas da Carris que estavam com atividades paralisadas desde o meio-dia desta quarta-feira retomaram o serviço às 17h. Os funcionários da empresa fizeram a paralisação das linhas T3 e T4 para chamar a atenção para a falta de segurança para trabalhar, após três assaltos a linhas da empresa, dois ocorridos nesta terça-feira e outro nesta quarta-feira na Capital. 

Leia todas as últimas notícias de Zero Hora
Leia todas as últimas notícias de Porto Alegre 
Leia todas as últimas notícias de trânsito

– Convocamos a Brigada Militar e a Polícia Civil para uma reunião com a comissão de funcionários e alinhamos ações complementares para aumentar a segurança nos ônibus. Há pouco, os policiais participaram da assembleia dos funcionários para apresentar essas ações – disse o presidente da Carris, Sérgio Zimmermann.

De acordo com a prefeitura de Porto Alegre, no dia 4 de agosto, rodoviários, Brigada Militar e Carris realizarão nova rodada para avaliar o resultado das medidas adotadas no período. Entre as propostas apresentadas aos trabalhadores, estão o uso de mais viaturas e a atuação de policiais à paisana para coibir assaltos.

Na sexta-feira passada, trabalhadores da Carris fizeram paralisação e assembleia. No encontro, ficou acertado que o grupo aguardaria uma manifestação das autoridades e reavaliaria a questão em reunião na tarde desta quarta-feira, às 16h30min.

Segundo Luis Afonso Martins, delegado sindical da Carris dois assaltos ocorrem ontem: um às 11h, na linha T3, e outro às 19h, na linha Antônio de Carvalho. Hoje pela manhã houve outra ocorrência na linha T4, também na Antônio de Carvalho.

– A maioria dos assaltos ocorre sempre no mesmo ponto, na parada em frente a um supermercado – afirmou Martins.

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.