Versão mobile

Chororô

Jogadores e técnico do Cruzeiro reclamam da arbitragem no empate com o Criciúma

Técnico Marcelo Oliveira diz que arbitragem tirou dois pontos do Cruzeiro

09/08/2014 | 21h47
Jogadores e técnico do Cruzeiro reclamam da arbitragem no empate com o Criciúma Caio Marcelo/Agência RBS
Dedé reclamou de falta em um dos últimos lances do jogo Foto: Caio Marcelo / Agência RBS
Jogadores do Cruzeiro ficaram irritados com a arbitragem no empate sem gol contra o Criciúma, no Estádio Heriberto Hülse. A maioria dos atletas do clube mineiro, que concederam entrevistas, saíram reclamando. Principalmente o lance do primeiro tempo em que Marcelo Moreno fez um gol que foi anulado, pois segundo o trio de arbitragem o atacante estava impedido.

• Em empate sem gols, Criciúma segura o líder Cruzeiro 
• Veja como foi a partida no nossa lance a lance

• Leia outras notícias do Criciúma
• Confira a tabela de classificação da Série A
• Pessoal do Canal Desimpedidos entra em campo de mãos dadas com Paulo Baier

— Na hora não tive a noção do impedimento. Mas todos falaram que eu não estava. Isso tem de ser analisado. Fomos muito prejudicados — reclamou Marcelo Moreno.

Artilheiro do Brasileiro, o meia-atacante Ricardo Goulart não escondeu a revolta:

— Sabe o que faltou para vencermos? O juiz dar os gols que ele anulou. Brincadeira — esbravejou.

Até mesmo o goleiro Fábio, sempre muito tranquilo, não deixou de fazer a sua crítica ao árbitro baiano Jailson Macedo.

— Com certeza venceríamos se não fosse a infelicidade da arbitragem em alguns momentos.

Nilton disse que o empate estava de bom tamanho, mas que as falhas contra o Cruzeiro na marcação dos lances não podia ser esquecida.

— Temos de jogar contra 11. Às vezes, jogamos contra 12, com os gols mal anulados .... Temos time para reverter qualquer situação, mas esses erros dificultam o nosso trabalho.





O zagueiro Dedé reclamou da última marcação da arbitragem na partida:

— Ele deixou de dar uma falta a nosso favor para encerrar o jogo. Não dá.

Por fim, o treinador Marcelo Oliveira resumiu o que achou da arbitragem.

— O juiz fracionou demais o jogo, ocorreram várias faltas de critério, quando ele marcava uma falta para o Criciúma e uma igual para a gente não era nada. E também foi lamentável o erro não marcar um gol legítimo e nos tirou dois pontos.

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.