Versão mobile

Sobram dúvidas

Juventude treina em Farroupilha com portões fechados e Picoli mantém mistério para o Ca-Ju

Treinador destaca preocupação com situação física dos atletas

06/08/2014 | 17h56
Juventude treina em Farroupilha com portões fechados e Picoli mantém mistério para o Ca-Ju Jonas Ramos/Agencia RBS
Picoli despistou quando questionado sobre a escalação do time Foto: Jonas Ramos / Agencia RBS
Do lado alviverde, o mistério para o clássico Ca-Ju prosseguirá até momentos antes da partida. Nesta quarta-feira à tarde, o grupo do Juventude realizou treinamento com portões fechados no Estádio das Castanheiras, em Farroupilha. Nem no aquecimento, que normalmente é liberado para a imprensa, foi possível acompanhar a movimentação dos atletas.

O que se sabe é que Picoli teve todo grupo à disposição, assim como ocorreu na terça. Porém, o treinador mantém as dúvidas por conta da condição física de alguns atletas que estavam no departamento médico, casos dos zagueiro Rafael Pereira e Diogo e dos atacantes Douglas e Bodini.

— Mesmo que tivesse definido, não falaria. Mas neste princípio está me trazendo um pouco de desconforto, até porque não estamos conseguindo trabalhar com a intensidade desejada. Por outro lado, o pessoal vem assimilando bem. Estamos aguardando uma resposta mais real do que eles vão suportar em relação ao jogo. É o momento que está exigindo do comando essa coerência e esses cuidados — afirma.

Um dos poucos confirmados no time é o meia Diogo Oliveira. O jogador diz estar muito motivado para o Ca-Ju, independente dos resultados anteriores.

— São duas forças da cidade e esperamos fazer um grande jogo. A rivalidade é sempre grande, tem que ter sabedoria para jogar um clássico. A equipes deles vive um momento diferente, mas nosso time quer muito vencer para crescer na competição — destaca Diogo.

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.