Versão mobile

No mercado

Quinze jogadores que disputaram a Copa do Mundo ainda estão sem clube

Entre eles, nomes de destaque como Eto'o e Lugano continuam sem saber onde jogarão

12/08/2014 | 12h32
Quinze jogadores que disputaram a Copa do Mundo ainda estão sem clube John MacDougall/AFP
Eto'o interessa ao Ajax e Liverpool Foto: John MacDougall / AFP

Trinta dias após o fim da Copa do Mundo, 15 jogadores que disputaram o Mundial com certo destaque ainda não sabem onde continuarão a seguir suas carreiras. Entre atletas experientes e outros no auge da forma, nomes de relevância como Samuel Eto'o, Diego Lugano, Georgios Samaras e Cristian Bolaños, da surpreendente Costa Rica, ainda buscam um novo clube, enquanto a maioria de seus companheiros de seleções já estão treinando em preparação para a temporada 2014/2015.

.: Confira mais notícias da Copa do Mundo

Nome mais famoso entre os agentes livres, Eto'o já foi oferecido a vários clubes europeus pelo seu agente. Porém, o alto salário e as condições físicas do atacante, que o impediram de disputar as partidas contra a Croácia e o Brasil na Copa do Mundo, fez com que clubes descartassem a contratação do camaronês. Mesmo assim, o atacante de 33 anos interessa a equipes como Ajax e Liverpool.

Capitão da seleção colombiana no Mundial, Mario Yepes é outro jogador que ainda não decidiu o seu futuro. Após deixar a Atalanta e anunciar sua aposentadoria da equipe nacional, o zagueiro de 38 anos já recusou uma proposta do Independiente da Argentina e ainda pensa em qual equipe irá jogar antes de encerrar a sua carreira.

Outro colombiano que também está desempregado é Carlos Carbonero. O meia, convocado de última hora após a lesão de Aldo Ramírez, deixou o River Plate ao fim de seu contrato buscando uma transferência para a Europa. Porém, o jogador, que já chegou a ser especulado pelo Palmeiras, deve acertar sua permanência na Argentina e acertar com o Racing.

Capitão do Uruguai, Diego Lugano vive um momento de baixa em sua carreira. Desde que saiu do Fenerbahçe rumo ao Paris Saint-Germain em 2011, o zagueiro não conseguiu se firmar em nenhum clube. Na última temporada, o jogador passou a maior parte do tempo na reserva do inglês West Bromwich e não teve o seu contrato renovado. Ídolo do São Paulo, o defensor, que quase não jogou a Copa por conta de uma lesão no joelho, já foi descartado pela diretoria do clube brasileiro.

Eliminada nas oitavas de final da Copa pela Costa Rica, a seleção grega possui três de seus principais expoentes sem emprego até aqui. Jogadores mais experientes do elenco, inclusive sendo os dois únicos remanescentes da atual equipe que venceu a Eurocopa em 2004, Kostas Katsouranis, de 35 anos, e Giorgos Karagounis, de 37, tiveram seus contratos com PAOK e Fulham, respectivamente, encerrados. Principal jogador da seleção nesta Copa e autor do gol que classificou a Grécia para a segunda fase, Georgios Samaras é outro atleta que ainda não arranjou clube após seu vínculo com o Celtic se encerrar.

Daniel Van Buyten era conhecido por ser o único jogador da Bélgica na Copa de 2014 que já tinha atingido a faixa dos 30 anos. Titular durante toda a campanha, o zagueiro surpreendeu e demonstrou vitalidade e segurança ao lado de Kompany. Mesmo assim, por conta de seus 36 anos, o jogador, que estava na reserva do Bayern de Munique, ainda não acertou com nenhum clube até aqui. Nos próximos dias, comenta-se na imprensa local que o defensor deve retornar ao seu país e acertar com o Anderlecht.

Principal articulador da grande surpresa da Copa de 2014, o costa-riquenho Cristian Bolaños esteve muito próximo de permanecer no Brasil após o fim do seu contrato com Copenhagen, da Dinamarca. Ao fim do Mundial, o meia de 30 anos teve seu nome ligado a Flamengo e Atlético-MG. No entanto, as negociações emperraram.

Considerado um dos jogadores asiáticos de grande futuro no início da década de 2000, Park Chu-Young começou bem sua caminhada na Europa. Após três anos de destaque no Monaco, o técnico Arsène Wenger levou o atleta ao Arsenal e deu a camisa 9 ao sul-coreano. Porém, o atacante desapontou a torcida, fez poucos jogos e não conseguiu mostrar o bom futebol de outrora também em clubes menores como Celta de Vigo e Watford. Atualmente com 29 anos, o jogador, que perdeu a posição de titular de sua seleção durante a Copa, ainda procura um novo clube no velho continente.

Outros jogadores que disputaram a Copa também procuram novos ares mesmo com a temporada já iniciada na Europa. O zagueiro marfinense Didier Zokora, os equatorianos Édison Méndez e Jaime Ayoví, e os iranianos Masoud Shojaei e Karim Ansari Fard, são outros jogadores que ainda não arranjaram um clube após atuarem por suas seleções no Mundial realizado no Brasil.

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.