Versão mobile

Reclamou

Ruy Cabeção pede 'vergonha na cara' e incita greve no futebol brasileiro

Ex-jogador do Figueirense fez duras críticas a CBF

07/08/2014 | 17h06
Ruy Cabeção pede 'vergonha na cara' e incita greve no futebol brasileiro Flávio Neves/Agencia RBS
Ruy jogou no Figueirense em 2007 quando o clube chegou à final da Copa do Brasil Foto: Flávio Neves / Agencia RBS
O calendário do futebol para 2015 lançado pela CBF gera revolta em alguns jogadores. Por meio de seu Instagram, o veterano Ruy Cabeção — ex-Figueirense —, postou uma montagem, nesta quarta-feira, com diversas fotos com uma mensagem que exige democracia e CBF e pedindo para que os atletas do futebol brasileiro tomem "vergonha na cara" e convoca greve nas quatro divisões do Campeonato Brasileiro.

Na mensagem, o lateral critica, sem citar nomes, o presidente da CBF, José Maria Marin, e também Marco Polo Del Nero, que assumirá o comando da entidade em 2015.

— Todos os jogadores de futebol que tenham vergonha na cara, das Séries A, B, C, D e os mais de 12.000 mil desempregados, deveriam primeiro fazer uma greve geral e depois pedir a saída desses dois senhores e muitos outros da CBF. Tanto o calendário do futebol de 2014 e o de 2015 feito por eles, foi um f... para a nossa classe. Porque não atende em nada principalmente os 95% dos atletas de futebol amador do Brasil, porque de profissional não tem nada, a começar desses fulanos que dizem cuidar do futebol brasileiro — escreveu. Além disso, o jogador, que atualmente atua pelo Operário-MT, pede para que os torcedores deixem de torcer pela seleção brasileira.

— Sonho todos, todos os dias com a greve geral e agora sonho mais alto ainda, deveríamos boicotar a seleção da CBF, porque a seleção Brasileira é do povo e do país chamado Brasil e não desses dinossauros ditadores — afirmou.

Ruy Cabeção é um dos principais nomes do Bom Senso FC, movimento que surgiu no ano passado e que propõe à CBF um calendário menor para os times maiores e mais campeonatos para não deixar os times pequenos e consequentemente, os jogadores, sem atuar durante parte do ano. Dentre as propostas, a organização cobra a criação de uma Série E, além de uma mudança do padrão dos campeonatos regionais para um formato parecido com o da Copa do Mundo.





Confira o que Ruy escreve na rede social na íntegra

"Rapaz vou me controlar para não falar besteira, esse Calendário de 2015 é uma vergonha, descaso. Ou seja, uma merda! A CBF mostrou mais uma vez que está pouco se lixando para os mais de 12.000 jogadores desempregados hoje. Quero ver qual o presidente que vai acabar com a fome e miséria do futebol, porque são muitos jogadores passando dificuldade. O futebol é património nacional e não de uma empresa privada. Quem faz o espetáculo são os jogadores e a torcida, não a CBF. Temos que nos mobilizar e parar o futebol no Brasil o quanto antes e pedir que esse Marin e Del Nero larguem a presidência, porque fazem as mesmas coisas que o Ricardo Teixeira, que simplesmente fugiu do Brasil" GREVE GERAL NO FUTEBOL!!!!

Todos os jogadores de futebol que tenham vergonha na cara, da série A,B,C,D e os mais de 12.000 desempregados deveriam primeiro fazer uma greve geral e depois pedir a saída desses dois senhores e muitos outros da CBF. Tanto o calendário do futebol de 2014 e o de 2015 feito por eles foi um f... (*) para a nossa classe. Porque não atende em nada principalmente os 95% dos atletas de futebol AMADOR do Brasil, porque de profissional não tem nada, a começar desses fulanos que dizem cuidar do futebol brasileiro. Sonho todos, todos os dias com a greve geral e agora sonho mais alto ainda. Deveríamos boicotar a seleção da CBF, porque a seleção brasileira é do povo e do país chamado Brasil e não desses dinossauros ditadores." VAMOS ACORDAR, JOGADORES DO BRASIL, passou da hora!!!! "

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.