Versão mobile

Dúvidas

Zagueiro Diogo e atacante Douglas ficam de fora de treinamento técnico do Juventude nesta terça-feira

Juliano e Bodini trabalharam em uma provável equipe titular

12/08/2014 | 20h41
Zagueiro Diogo e atacante Douglas ficam de fora de treinamento técnico do Juventude nesta terça-feira Diogo Sallaberry/Agencia RBS
Bodini, com a bola, pode aparecer no time titular contra o Tupi Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS

Na tarde desta terça-feira, foi quase como se Picoli tivesse fechado outro treinamento do Juventude. Desta vez, a imprensa pôde acompanhar a atividade normalmente, mas era difícil de visualizar os atletas em meio à neblina no gramado do CFAC. Soma-se a isso, o vento frio. Nada que tenha diminuído a intensidade do trabalho.

O treinador orientou uma atividade técnica em gramado reduzido. Cinco defensores marcavam seis jogadores que buscavam o gol. As ausências foram o zagueiro Diogo e o atacante Douglas. O primeiro até chegou a aquecer com os companheiros, mas voltou a sentir dores no joelho direito.

Com isso, a formação da defesa considerada titular teve Juliano, Rafael Pereira, Claudinho, Adriano e Matheus. No sexteto ofensivo, os volantes Jardel e Lucas, o trio Pereira, Diogo Oliveira e Cassiano Bodini e o centroavante Macena.

Caso Diogo e Douglas fiquem de fora, Juliano e Bodini voltariam ao time. A definição deve ocorrer nesta quarta-feira.

Disputa nas laterais

Antes da atividade, Picoli falou sobre as escolhas dos laterais no Ca-Ju. E não descartou manter Rafael Pereira improvisado.

— Quando optamos pelo Rafael e o Adriano, é justamente por uma recomposição mais rápida do sistema defensivo, sem perder a chegada na frente. Se o Rafael não tem a mesma chegada ofensiva que o Juliano, na defesa ele é muito mais organizado. O Juliano está fora? É aí que me atrai mais ainda. Posso acrescentar alguma coisa. O dom ele já tem, a qualidade. Só acrescentar alguns posicionamentos.

Ao falar do lado esquerdo, além de esquentar a disputa sadia entre Adriano e Julinho, deixou um recado para os reservas do time:

— Na esquerda, são características distintas. O Adriano é um jogador que vi jogar em São Paulo compondo bem a linha defensiva e chegando muito forte na frente. Temos alternativas. Esse pessoal que deixou de jogar um jogo, que trate de dificultar a minha vida. Porque se for pra facilitar, não permanece no clube.

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.