Versão mobile

Turismo

Gramado estima arrecadar R$ 3 mi a mais por ano com taxa de hospedagem

Cobrança começa em abril

17/03/2016 - 15h17min
Gramado estima arrecadar R$ 3 mi a mais por ano com taxa de hospedagem Vanessa Franzosi/Agencia RBS
Taxa de Turismo Sustentável é R$ 2 por dia por unidade de hospedagem Foto: Vanessa Franzosi / Agencia RBS  
Quem se hospedar em Gramado a partir de 1º de abril vai pagar a Taxa de Turismo Sustentável. O valor é de R$ 2 por diária por unidade alugada. Isso significa que se um casal ocupar um quarto de hotel por três dias vai pagar um total de R$ 6, por exemplo. A informação é da Gaúcha Serra.

Confira as últimas notícias do Pioneiro

A projeção da Secretaria Municipal da Fazenda é que a arrecadação aumente em R$ 3 milhões por ano. A secretária Sônia Molon pondera que esse valor pode variar, já que depende do número de hóspedes. O recurso arrecadado será totalmente gerido pela Gramadotur, autarquia de turismo do município. A secretária explica que o objetivo é promover melhorias para o turista que visita a cidade.

Segundo a procuradora da Gramadotur, Mônica Henrique Cardoso, isso significa que podem ser feitas melhorias em espaços públicos, como praças, o Lago Joaquina Rita Bier e a revitalização do Lago Negro.

Hotéis de Gramado fazem promoções com descontos de até 30% para a Páscoa

Ela pontua que os recursos podem ser aplicados em limpeza da cidade e ampliação da segurança durante eventos, mas ressalta que tem de ser voltado ao turismo. Portanto, a taxa não pode ser aplicada na manutenção desses serviços no atendimento básico ao cidadão. A previsão é que o valor possa começar a ser utilizado até o final do ano. Parte dos recursos será destinada à Convention & Visitors Bureau da Região das Hortênsias, entidade que tem a finalidade de fomentar eventos em Gramado. O valor, ainda indefinido, depende de aprovação de projeto de lei na Câmara de Vereadores.

Cerca de 35 hotéis associados à organização já sugeriam que os hóspedes fizessem uma contribuição opcional. Com a Taxa de Turismo Sustentável, isso deixará de ser cobrado. A partir de abril, segundo a prefeitura, serão cerca de 150 estabelecimentos com contribuição. Embora a cobrança inicial seja apenas na rede hoteleira, está em estudo a possibilidade de ampliação passando a incluir parques e restaurantes.
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.