Versão mobile

Câmara dos Deputados

Votação de denúncia contra Temer será transmitida ao vivo pela Globo

Emissora fará transmissão mesmo que a votação interrompa programas do horário nobre

Por: Zero Hora
17/07/2017 - 14h43min | Atualizada em 17/07/2017 - 14h43min

A Globo irá transmitir ao vivo a votação da denúncia contra Michel Temer na Câmara dos Deputados. A transmissão ocorrerá mesmo que a exibição de jornais, novelas ou jogo de futebol sejam interrompidos. A assessoria de imprensa da emissora confirmou a informação.

A votação deve ocorrer em 2 de agosto, uma quarta-feira. As imagens ao vivo começarão a ser veiculadas a partir do primeiro voto e serão cortadas após o voto do último deputado. Tanto o impeachment de Dilma Rousseff quanto a votação contra Fernando Collor também foram transmitidos ao vivo.

A informação foi revelada pela coluna de Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo. Segundo o jornal, Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara, já teria definido o rito da votação.

Leia mais
Comissão da Câmara recomenda rejeição de denúncia contra Temer
Parlamentares pedirão que PGR investigue liberação de emendas para base
Jucá admite fatiar Previdência para facilitar aprovação

A colunista diz que a sessão deve começar com 52 deputados no plenário. Se acusação, defesa e parlamentares já tiverem discursado, e o plenário contar com 257 deputados presentes, Maia vai encerrar a discussão.

A manifestação dos votos deve começar quando 342 parlamentares — dois terços da casa — estiverem no plenário. Caso contrário, Maia irá convocar uma nova sessão, até que o quórum seja atingido.

O voto é aberto (ou seja, nominal) e cada parlamentar tem direito a um breve pronunciamento no microfone. No processo de Dilma Rousseff, este foi o momento em que os deputados se aglomeravam ao redor da mesa da presidência, empurravam-se, xingavam-se, exibiam cartazes contra e a favor de Dilma, gritavam slogans e clamavam pela ética na política.

Se não houver votos necessários, o processo é arquivado. Se os votos forem obtidos, o Supremo Tribunal Federal (STF) está autorizado a acolher a denúncia.

Leia mais notícias de Política

 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.