Confraternização

Famílias Dall'Igna, Marques Silva e Taffe realizarão reencontros

Os eventos acontecem no próximo final de semana

17/10/2016 - 05h04min | Atualizada em 17/10/2016 - 05h15min

Dall'Igna

No dia 22 (sábado), em Porto Alegre, acontecerá o segundo encontro dos descendentes de Francesco Dall'Igna e Anna Bettinardi. Francesco, com oito anos, chegou ao Brasil em 1886 com seus pais, Antonio Dall'Igna e Constantina Facchin, e mais cinco irmãos, oriundos de Vicenza, na Itália. A família estabeleceu-se em Alfredo Chaves (hoje Veranópolis), onde Francesco casou-se com Anna Bettinardi, em 1893, também nascida em Vicenza. Eles tiveram nove filhos: Antonio, Guido, Honorina, Armando, Laureta, Hermenegildo, Flávio, Aracy e Ivo. Os cinco primeiros aparecem na foto, ao lado. Em 1903, o casal passou a residir em Guaporé, onde Francesco exerceu a função de oficial do Registro Civil. Ele também era conselheiro de muitas pessoas, da cidade e da colônia, em casos de negócios e foi sócio-fundador do Clube União Guaporense. Faleceu prematuramente em 1915, vítima de um acidente, e Anna criou os nove filhos. O casamento deles foi a origem de uma grande família, que reside em várias cidades do Rio Grande do Sul e de outros Estados do Brasil. Seus descendentes, netos, bisnetos e tetranetos, vão se encontrar para confraternizar e, principalmente, celebrar a vida e a possibilidade de se conhecerem melhor. Informações pelos fones: (53) 3028-7428 e 9982-3122, com Maria Antonieta; (51) 3332-8646 e 9602-1092, com Zuleika, e ainda (51) 3533-3452 e 9139-6503, com Bruno ou Mirian.

Acima, os cinco primeiros filhos do casal Foto: Não se aplica / Arquivo Pessoal

Marques Silva

Romance? História de amor? Amor é quando duas pessoas decidem unir suas vidas e, apesar dos obstáculos, criam os filhos e permanecem juntas até o apagar da última chama. Essa é a história de João e Maria. João Cardoso da Silva e Maria Marques da Silva, de origem açoriana, nasceram e se criaram em Santo Antônio da Patrulha. Lá se conheceram e se casaram, em 1920. Tiveram 12 filhos, todos nascidos em Santo Antônio da Patrulha: Carmelina, José, Maria Júlia, Graça, Armando, Margarida, Irma, João, Francisca, Germano, Roque e Naura. Maria anotava o dia do nascimento de cada filho(a) e também o santo daquele dia. Quando João tinha um tempo das lidas do campo, pegava sua carreta e ia até a cidade registrar as crianças. Da terra tiravam o sustento. Produziam rapadura, cachaça, farinha e outros insumos. Em 1947, traído por uma fiança, João foi obrigado a vender suas terras e se mudar para Cachoeirinha. Apesar da adversidade, os Marques da Silva se mantiveram unidos. Juntaram forças. Ele, trabalhando duro como carpinteiro e pedreiro, ela, como dona de casa e mãe. O bem maior sempre foi a família. Os filhos também criaram suas próprias famílias e hoje são muitos tios, primos, primas e parentes que carregam valores semeados pelos avós, Maria e João. Diante dessa verdadeira história de amor e sucesso, nada mais justo do que brindar com um belo evento. Este será o primeiro encontro da família Marques da Silva, que acontecerá no dia 22 (sábado), ao meio-dia, no Sindicato dos Aeroviários (Rua Augusto Severo, 82), em Porto Alegre. Informações pelos e-mails: pretany@aol.com ou cleizi1@yahoo.com.br, ou ainda pelo telefone (51) 9988-4099 com Maria Clari.

João e Maria Marques Silva Foto: Não se aplica / Arquivo Pessoal

Taffe

A família Taffe realizará no dia 23, próximo domingo, a partir das 10h, no Parque Histórico Christoph Bauer, em Forquetinha, seu sétimo encontro. Lá estará exposta a minuciosa e detalhada árvore genealógica, com informações históricas da família desde 1520. O pergaminho original apresenta todos os ramos da família, desde sua origem na Suíça e na Alemanha (Taffe é derivado de ¿taverna¿). No Brasil desde 1840, com a migração aos seis anos de idade de Johann Karl Taffe (primeiro da foto), no colo de sua mãe viúva, Katharina Hartemberger, que chegou ao Estado em meio à Guerra dos Farrapos, estabelecendo-se na cidade de Forquetinha, no Alto Taquari, onde a família prosperou. Contatos pelo fone (51) 9139-5559 ou pelo e-mail: cristianotaffeadv@outlook.com.

Quatro gerações da família Taffe Foto: Não se aplica / Arquivo Pessoal

Leia outras colunas do Almanaque Gaúcho

 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.