Homenagens

Bustos históricos de Uruguaiana

Alexis Vincent Vurlod, fundador do Colégio União, e Urbano José Villela, pecuarista e político, são personagens icônicos do município

21/03/2017 - 05h00min | Atualizada em 21/03/2017 - 05h00min

O município de Uruguaiana foi fundado em 1846. Fora planejado pelo movimento farroupilha, tendo em conta sua posição geográfica e estratégica do ponto de vista militar, comercial e de suas fronteiras com Argentina e Uruguai. Foi colonizado, preponderantemente, por descendentes de espanhóis e franceses. Nele, foi instalada a primeira destilaria de petróleo do Brasil e, no passado, sediou diversas empresas que elaboravam produtos industrializados – como tecidos, cigarros e charutos, botas, alpargatas, arreios, entre outros artigos manufaturados –, além de charqueadas e frigoríficos. Hoje sua economia produz principalmente carnes, arroz, lãs e serviços (comércio de intensa movimentação internacional de veículos pesados de carga, decorrente do eixo econômico São Paulo – Buenos Aires). 

Busto de Urbano José Villela Foto: Não se aplica / Arquivo Pessoal

Atualmente, há diversas homenagens, ligadas ao passado cultural e econômico de Uruguaiana, nos seus quase dois séculos de existência. Dentre outras, há dois bustos referentes a personagens históricos do município. Um deles diz respeito ao professor francês Alexis Vincent Vurlod, nascido em 1839 em Lyon, na França. Foi fundador do Colégio União, estabelecimento metodista que atualmente tem 146 anos de existência, portanto, um dos mais antigos do Rio Grande do Sul. Desse professor decorrem as famílias Vurlod, Ibarra, Pont, Beheregaray, Ungaretti, Schlottfeldt e Socias. Seu busto está exposto no referido colégio. 

O outro busto, obra em mármore do escultor francês Pirggnen, refere-se a Urbano José Villela, pecuarista e político que exerceu a presidência da Câmara Municipal de 1873 a 1876 e de 1881 a 1884, ocupando também o cargo de presidente da Comissão do Conselho de Intendência Municipal, que na época equivalia ao cargo de prefeito. De Urbano se originaram diretamente as famílias Villela, Surreaux, Peró, Orcy, Brown (Brum), Van der Rosen (da Rosa), Siepe e Carvalho (deste último se sobressai o marechal Setembrino de Carvalho, mediador do Acordo de Pedras Altas), além de ligações familiares com membros da família Vargas, de São Borja. 

Busto de Alexis Vincent Vurlod, fundador do Colégio (Metodista) União Foto: Não se aplica / Arquivo Pessoal

Seu busto está exposto no hall da Biblioteca Pública Municipal Luiz Guilherme do Prado Veppo, instituição esta instalada no antigo casarão que foi residência da família.

Colaboração de Guilherme Socias Villela, economista e ex-prefeito de Porto Alegre. Fonte: livro Breve Genealogia da Família Villela de Uruguaiana, obra do historiador Alberto Urbano Villela Siepe (in memoriam).

Leia outras colunas do Almanaque Gaúcho

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.