Bicentenário

Leitor do Almanaque Gaúcho relembra o legado de Jacob Rheingantz

Encontros das famílias Provenzi e Rauber são outros destaques da coluna desta terça-feira (18/4)

18/04/2017 - 00h15min | Atualizada em 18/04/2017 - 00h15min

Embora a data ainda esteja relativamente distante, o médico e historiador lourenciano Edilberto Luiz Hammes, 74 anos, alerta que vem aí uma efeméride que deve ser motivo de atenção em nosso Estado. 

No dia 10 de agosto de 1817, nascia na aldeia de Sponheim, Alemanha, Jacob Rheingantz. Ele, com a ajuda financeira do fazendeiro José Antonio d'Oliveira Guimarães, em 1858, fundou a única colônia alemã da metade sul da então província gaúcha. 

Durante cerca de quase quatro décadas, proporcionou a imigração em São Lourenço de milhares de colonos, a imensa maioria vinda da Pomerânia, responsáveis pelo desenvolvimento da agricultura na região antes dominada pela pecuária. Com certeza, celebrações alusivas à data deverão ocorrer no município de São Lourenço do Sul, tendo o auge no dia 10 de agosto de 2017, coincidentemente feriado municipal, por se comemorar o dia do seu santo padroeiro, São Lourenço, e quando Rheingantz completa seu bicentenário de nascimento.

N Coxilha do Barão, obelisco em homenagem a Jacob Rheingantz e a casa construída por ele Foto: Não se aplica / Reprodução

Leia também
Final de semana terá encontro das famílias Bley, Kramer e Rockenbach
Uma família marcada pela Páscoa

Família Provenzi

Oriundo do norte da Itália, o casal de imigrantes Giovanni Baptista Provenzi e Franchesca Bonardi, com seus nove filhos, chegou ao Brasil em 23 janeiro de 1877. A família se estabeleceu na Linha 28, hoje município de Pinto Bandeira, que pertencia a Bento Gonçalves. Com poucas terras disponíveis e imbuídos de espírito desbravador, seus filhos, ao se casarem, foram para outros lugares, tanto no Rio Grande do Sul quanto em Santa Catarina e no Paraná. Atualmente, são mais de 17 mil descendentes identificados, e estão espalhados no Brasil, Argentina, Paraguai. No dia 22, sábado próximo, ocorrerá, em Nova Roma do Sul, o 8º Encontro da Família Provenzi. Na praça central, às 14h, haverá recepção e chimarreada, às 17h, missa, e à noite, jantar-baile. 

Contato e confirmações com Adriana Provensi, (54) 3294-1223, celular ou WhatsApp (54) 99621-7269, ou com Vander Provensi, pelo número (55) 99988-7113.

Família Provenzi Foto: Não se aplica / Arquivo Pessoal

Família Rauber

No próximo sábado, dia 22, haverá o 2º Encontro Internacional da Família Rauber, na Comunidade Católica de Linha Dona Josefa, em Vera Cruz. 

O ponto alto do encontro será o lançamento do livro Família RAUBER: origem, história e descendência, do autor Décio Aloisio Schauren, com uma incursão histórica até o final da Idade Média. Durante o século 19, emigraram para o Brasil 17 famílias Rauber, todas, com parentesco entre si, eram originárias dos municípios de Tholey e Oberthal, Estado do Sarre, Alemanha. 

Estabeleceram-se nos vales do Caí e do Rio Pardo. Estima-se que sua descendência chegue a 100 mil pessoas. Informações com Nair Rauber pelo fone (51) 99935-9512. 

Leia outras colunas do Almanaque Gaúcho