Remodelação

Editais para atrair investidores ao parque Assis Brasil devem ser publicados na Expointer

Projetos anunciados há dois anos para a remodelagem do parque ainda não saíram do papel

05/08/2014 | 05h02
Editais para atrair investidores ao parque Assis Brasil devem ser publicados na Expointer Diego Vara/Agencia RBS
Trabalhadores iniciaram nesta segunda a montagem das estruturas dos estandes para o evento, que começa no dia 30 Foto: Diego Vara / Agencia RBS

Projetados como parte da remodelação do Parque Assis Brasil, em Esteio, empreendimentos privados como um agroshopping e um hotel só começarão a ser concretizados após a Expointer deste ano. O governo promete publicar durante a feira, que ocorre de 30 de agosto a 7 de setembro, um edital para atrair investidores interessados no espaço.

Leia todas as últimas notícias de Zero Hora

O trâmite é necessário para possibilitar que a parte externa – onde hoje ficam os estacionamentos – abrigue empreendimentos comerciais que tornem o parque superavitário o ano todo e não apenas no período da feira.

— O edital vai estabelecer o valor que as empresas terão de pagar pelo metro quadrado no local — explica Claudio Fioreze, secretário estadual da Agricultura.

Os investidores do hotel e do agroshopping terão de assumir a obra definitiva do dique do Arroio Esteio, que no ano passado transbordou e deixou parte da área de máquinas e equipamentos alagada. Para evitar que o mesmo ocorra neste ano, foi feita uma contenção provisória para deter as águas em caso de chuva intensa.

Entre os projetos anunciados há dois anos para modernização do parque até 2020, com investimentos na ordem de R$ 280 milhões, nenhum saiu do papel. Os maiores avanços foram a assinatura de contratos com associações de raça e de máquinas agrícolas.

— Precisávamos resolver questões jurídicas e administrativas para dar condições dos projetos serem concretizados. Vencida essa parte, agora é arregaçar as mangas — completa Fioreze.

Assim que acabar a Expointer, a Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCC) promete dar início às obras da arena do cavalo crioulo. Conforme o presidente da entidade, Mauro Ferreira, o primeiro passo será a transferência das coxeiras e dos restaurantes, que ficarão mais próximas da pista das provas da raça.

— Vamos primeiro ocupar toda a área para, em seguida, começar a cobertura da pista e da arquibancada — completa Ferreira.

A 37ª Expointer será lançada oficialmente hoje. A expectativa é de que mantenha o mesmo volume de negócios do ano passado, quando o faturamento chegou a cerca de R$ 3,29 bilhões. Nesta segunda-feira, o parque foi aberto para os expositores começarem a montar as estruturas dos estandes para a feira.

A renovação

O que avançou

A Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos assinou contrato de permissão de uso que dá segurança jurídica para as obras da arena, com cobertura da pista e arquibancadas. Também serão construídos camping e estacionamento para criadores da raça. O investimento é de R$ 15 milhões (R$ 5 milhões a cargo do Estado).

Empresas de máquinas e implementos agrícolas também assinaram contrato para uso que lhes permitirá fazer investimentos em infraestrutura na área de exposição a longo prazo. O valor a ser aplicado ainda não foi definido.

O que deve avançar

Hotel com oito andares e 125 apartamentos e agroshopping com 6 mil metros de área bruta livre poderão ser construídos a partir do edital a ser lançado neste ano.

Centro de eventos para 3 mil pessoas está entre os investimentos previstos pelo governo.

O grupo de trabalho está em tratativas com o Instituto Federal do Rio Grande do Sul para instalar um centro educacional técnico dentro do parque.

Obras executadas neste ano

Contenção do arroio Esteio
A estrutura promete evitar alagamentos na área de máquinas em caso de chuva intensa, como ocorreu na feira do ano passado. O investimento foi de R$ 300 mil.

Lavatórios de bovinos
Próximo ao pavilhão de gado de corte, a estrutura (acima) será inaugurada para a feira deste ano. Investimento de R$ 219 mil.

Ampliação de camping
Conclusão de 126 novas vagas para o alojamento de tratadores de animais. O investimento neste item foi de R$ 1,4 milhão.

Via de acesso
Uma via aberta pela construtora Bolognesi irá permitir chegar ao parque pela BR-448, desafogando o trânsito na BR-116.

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.