Redes sociais conquistam espaço dos blogs na preferência dos internautas

Pesquisas indicam que sites têm perdido espaço para as redes sociais

16/06/2010 - 08h06min
Redes sociais conquistam espaço dos blogs na preferência dos internautas Jefferson Botega/
Em vez de atualizar seus blogs diariamente, Viviane prefere usar o site Tumblr para postar Foto: Jefferson Botega  

Até pouco tempo atrás, a moda na internet era blogar. Os “diários virtuais” serviam como espaço para compartilhar opiniões, dividir fotos e vídeos e até desabafar as eventuais agruras da vida. Hoje, passados mais de 10 anos do surgimento dos blogs, pesquisas indicam que as páginas do gênero têm perdido espaço para as redes sociais na preferência dos internautas.

Nos Estados Unidos, estudo do instituto Pew Research Center mostra que 15% dos usuários entre 18 e 29 anos mantinham um blog em 2009. Em 2007, eram 24%. Como comparação, o Facebook contava com a participação de 73% dos usuários norte-americanos de internet no ano passado.

Entre os brasileiros, o que se observa é o crescimento mais acelerado das redes. Dados do Centro de Estudos sobre as Tecnologias da Informação e da Comunicação (Cetic.br) mostram que os usuários de redes sociais passaram de 21,9% para 67% entre 2005 (início da pesquisa) e 2009 (último dado disponível). Nos blogs, o crescimento foi bem mais modesto: de 10,2% para 16% no período.

Para a pesquisadora da Universidade Católica de Pelotas, Raquel Recuero, o maior poder de atração das redes sociais pode ser explicado pela facilidade de uso:

– Basta fazer um perfil e se está conectado com as pessoas. Nos blogs, a interatividade só existe pelos comentários, que não vêm sem atualização.

Além de mais cômodas, as redes sociais ganham pela especificidade. Fãs de fotografia têm o Flickr. De vídeo, o YouTube. E quem quer encontrar amigos se vale do Orkut ou do Facebook. Todas atividades para asquais os blogs já serviram, mas que hoje têm ferramentas próprias. O resultado é uma mudança na característica dos antigos diários virtuais.

– O blog hoje é para quem quer escrever algo mais aprofundado, quem quer fazer um exercício argumentativo – explica Marcelo Träsel, professor de comunicação digital da PUCRS.

Escrever sobre literatura ou fazer jornalismo via blog são alguns dos usos apontados por Alessandro Barbosa Lima, diretor da empresa de pesquisas em redes sociais E.Life.

– Eles (os blogs) deixaram de ser encarados como simplesmente um diário adolescente para ser uma mídia reconhecida. Hoje, quem só quer desabafar porque o cachorro morreu vai direto para o Twitter – enfatiza.

Primo mais novo das redes, o Twitter é encarado como um dos grandes ladrões de posts. Blogueira desde 1998, a advogada porto-alegrense Viviane Vaz de Menezes, 31 anos, admite que seus blogs (atualmente três) já perderam alguns textos para o perfil no Twitter. Viviane fazia três postagens diárias 10 anos atrás. Hoje, são três por semana, quando sobra tempo. A nova distração da blogueira é o Tumblr – também um microblog, porém com mais recursos do que o Twitter.

– Antes, coisas que eu via e queria compartilhar iam para o blog. Depois, comecei a mandar para o Twitter. Agora, eu coloco direto no Tumblr, que é mais fácil para postar algo interessante que vi em outros lugares, com imagem e link para a fonte – revela Viviane.

> Confira outras dicas de conteúdos que podem ser incorporados aos blogs em zhdinheiro.com.br/infosfera.

 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.