Longe dos holofotes

Famílias de Caxias do Sul seguem cuidando dos parreirais durante a Festa da Uva

Os Venturin são uma das 1,6 mil famílias de Caxias que devem colher 55 milhões de quilos da fruta

18/02/2012 | 04h14
Famílias de Caxias do Sul seguem cuidando dos parreirais durante a Festa da Uva Porthus Junior/Agencia RBS
Em sete hectares da propriedade na localidade de Monte Bérico são produzidas 140 toneladas da fruta Foto: Porthus Junior / Agencia RBS
Longe dos holofotes da Festa da Uva, 1,6 mil famílias de Caxias do Sul trabalham cuidando dos 55 milhões de quilos da fruta que serão consumidos in natura ou entregues a vinícolas.

Os Venturin, da localidade de Monte Bérico, estão entre elas: de sete hectares da propriedade, saem 140 toneladas de uvas comuns e finas de mesa.

A colheita na área se iniciou no dia 3 de janeiro e seguirá até o início de abril. Para a retirada das uvas comuns do vinhedo, são contratados cinco funcionários. Nas uvas finas de mesa, porém, só o patriarca Euclides, 64 anos, a mulher dele, Zila, 61, e os filhos Charles, 37, e Maicol, 28, e a mulher do mais novo, Tatiane, 25, tocam.

— O cuidado é diferente, é artesanal — explica Charles.

Tanto esforço é reconhecido. Desde 1972, a família acumula 45 premiações da Festa da Uva, sem contar as deste ano. Em 2012, os Venturin venceram em cinco categorias. A uva que a presidente Dilma Rousseff experimentou na abertura saiu dos parreirais deles.

Neste ano, 323 produtores se inscreveram para participar da exposição que premia as melhores uvas em diferentes categorias.

Em sequência de fotos, assista ao desenvolvimento de uvas em parreiral:

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.